IFA 2014: em conferência, organização da feira anuncia novidades para este ano

Por Igor Lopes | 30.04.2014 às 16:03

* Em Belek, Turquia

Aconteceu na última semana na cidade de Belek, na Turquia, a IFA Global Press Conference 2014. No evento, cerca de 300 jornalistas de 59 países puderam ouvir, em primeira mão, algumas das novidades que serão mostradas no evento principal, que acontecerá entre os dias 5 e 10 de setembro em Berlim, na Alemanha.

Um dos principais destaques é que a feira, que já é uma das maiores do mundo no mercado de eletrônicos de consumo, ganha ainda mais espaço em 2014: um novo centro de convenções de 2 andares será adicionado à estrutura ocupada pelo evento, que no ano passado foi de 140 mil metros quadrados (o equivalente a 20 campos de futebol). "Nós já estamos esperando ansiosamente pela IFA 2014 e, pela primeira vez, conseguiremos ampliar a área. Dessa forma, conseguiremos atender parte das requisições de novos expositores", explica Christian Göke, CEO do Messe Berlin, que é o centro de convenções onde a feira acontece.

O andar superior do novo prédio será inteiramente ocupado pela Samsung – o que, de uma certa maneira, mostra o domínio da marca no mercado atual. Já o piso inferior abrigará keynotes e palestras. "Existia a opção de trazer vários pequenos expositores, mas precisávamos de um grande nome para fazer com que esse hall funcionasse", disse Christian Göke. E essa maior proximidade com a Samsung também se torna clara na programação de palestras: os organizadores da IFA confirmaram que o presidente e CEO da norte-coreana, Boo-Keun Yoon, será o grande nome do evento de abertura.

Com essa modificação na estrutura física, o espaço antes ocupado pela Samsung será destinado a novas marcas. Aliás, de todos os grandes nomes do mercado de consumo, só a Apple ficará de fora da feira – a norte-americana tem como padrão promover seus próprios eventos para lançamentos e keynotes.

Um mundo de oportunidades

Em 2013 a IFA foi visitada por mais de 140 mil pessoas, e 4,6 bilhões de euros foram movimentados durante os dias de feira. Para 2014 e 2015 as expectativas são ainda maiores, já que o mercado de eletrônicos de consumo vem sendo impulsionado pela alta procura no Oriente Médio, África e América do Sul.

Para a edição de 2014, pesquisadores da GFK apontaram que as tendências no pavilhão de exposições serão os tablets, as TVs 4K, telas curvas, smartphones e gadgets vestíveis, além da conectividade entre todos esses dispositivos. Uma questão fortemente debatida durante a Conferência foi a necessidade de se reinventar o mercado, ao invés de apenas evoluir os gadgets já conhecidos. Para os pesquisadores, o futuro está se convergindo para duas telas – uma menor, dentro do bolso e outra maior, dentro de casa. As inovações, então, devem vir de softwares e aplicativos que consigam promover diferentes usos para essas duas plataformas.

* O jornalista viajou para a Turquia a convite da IFA.