Google I/O: Protestos quase interrompem conferência em São Francisco

Por Redação | 25 de Junho de 2014 às 14h57

O protesto Occupy Google, que já vem acontecendo há alguns dias pedindo por mais liberdade na internet, quase interrompeu a apresentação desta quarta-feira (25) do Google I/O. Durante a apresentação do Project Volta, que melhora a autonomia de bateria dos celulares com Android, uma mulher não identificada se levantou da plateia gritando palavras de ordem e distraindo o diretor de engenharia Dave Burke, que estava no palco, antes de ser levada para fora do local pelos seguranças.

A protestante apareceu com uma faixa pedindo por “mais consciência por parte da empresa” e falou contra Jack Halprin, um dos principais advogados do Google. Uma ação realizada por ele em abril teria sido o estopim de todo o movimento, após a decisão judicial de despejar seis famílias de uma propriedade na cidade de San Francisco que ele teria acabado de adquirir.

Protesto Google I/O

Foto: The Next Web

Entre os desabrigados estariam professores e figuras queridas pela comunidade local, o que apenas fortificou os movimentos de protesto. As demonstrações acontecem desde abril e já foram responsáveis pelo bloqueio a um ônibus de funcionários do Google e por diversas outras demonstrações de repúdio diante da sede da empresa no Vale do Silício, que já resultaram em depredação e pelo menos dez prisões.

Outro protesto interrompeu pela segunda vez a keynote do I/O. Um homem se levantou em meio à plateia e começou a esbravejar, dizendo que todos no Google trabalham para uma companhia totalitária que constrói máquinas que matam pessoas. O protestante gritava e apontava o dedo incessantemente para Urs Hölze, vice-presidente sênior de infraestrutura técnica do Google. Ele também foi retirado do Moscone Center pelos seguranças.

Homem gritando I/O

Foto: The Verge

As invasões desta quarta, mais próximas do Google do que nunca, porém, não foram capazes de interromper o andamento da apresentação. O próprio Burke, do palco, conseguiu brincar com a situação afirmando que o Project Volta é interessante para momentos em que o usuário ficará por longas horas longe de um carregador, como em longas caminhadas ou durante um protesto, por exemplo. As informações são do Venture Beat.

Leia também:

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.