FIFA anuncia o uso de tecnologias para definir lances duvidosos em campo

Por Redação | 05.12.2012 às 13:02
photo_camera FIFA

Dúvidas dos juízes sobre se a bola passou ou não a linha do gol estão prestes a acabar. O secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, anunciou nesta quarta-feira (5), em entrevista coletiva, a estreia das tecnologias para ajudar a arbitragem a definir os lances válidos em jogo na edição 2012 do Mundial de Clubes, que começa nesta semana no Japão.

Este será o primeiro torneio mundial a contar com o auxílio dos recursos tecnológicos durante as partidas. Mas Valcke afirmou que a utilização não é obrigatória: o trio de arbitragem é que terá a 'palavra-final' sobre se irá ou não utilizar os mecanismos, com cerca de uma hora de antecedência do início do jogo.

Dois recursos tecnológicos estarão à disposição dos árbitros durante a competição. O primeiro deles é o GoalRef, que utiliza dez sensores de movimento acoplados às traves e eles são capazes de emitir sinais sonoros ao juiz caso a bola ultrapasse a linha. Este recurso será utilizado no primeiro jogo do Mundial nesta quinta-feira (6) no Estádio de Yokohama, no confronto entre Sanfrecce Hiroshima, do Japão, e Auckland City, da Nova Zelândia.

Já o sistema Hawk-Eye - usado em torneios de tênis - será testado pela FIFA na cidade de Toyota. O recurso, também conhecido como 'tira-teima', utiliza uma série de câmeras de alta-velocidade que acompanham a bola, assim como sensores de movimento. Além disso, ele percorre as imagens captadas quadro a quadro e recria em três dimensões a trajetória da bola, que poderá ser exibida ao público em caso de lances duvidosos.

Em julho deste ano, a IFAB (International Football Association, órgão que garante a regulamentação das regras do futebol) decidiu que os novos recursos tecnológicos deverão ser usados no Mundial de Clubes, bem como na Copa das Confederações em 2013 e na Copa do Mundo de 2014, as duas últimas sediadas no Brasil.