Copa 2014: torcedores não enfrentam problemas para usar celular nos estádios

Por Redação | 18.06.2014 às 10:42 - atualizado em 18.06.2014 às 16:08
photo_camera Divulgação

A primeira rodada da Copa do Mundo chegou ao fim nesta terça-feira (17) e tudo indica que os torcedores que compareceram aos primeiros jogos do mundial conseguiram utilizar a internet e fazer ligações a partir de seus celulares sem grandes problemas. De acordo com o SindiTelebrasil, órgão que representa as operadoras que atuam no país, as redes de telefonia celular e de banda larga móvel instaladas nos 12 estádios do torneio conseguiram atender à alta demanda.

Segundo a entidade, na primeira partida de cada uma das 12 arenas que sediam o mundial, foi feito cerca de 1 milhão de ligações e 7,6 milhões de comunicações de dados (envio de e-mails, imagens e mensagens multimídia). Esse tráfego de dados equivale ao envio, pelo celular, de mais de 7 milhões de fotos com tamanho médio de 0,55 MB.

Até o momento, o jogo com maior demanda de dados foi o do último domingo (15), entre Argentina e Bósnia, no Maracanã, no Rio de Janeiro. Dentro do estádio, foram feitas 154.729 chamadas de voz e 1.427 milhão de conexões à internet. O segundo maior movimento aconteceu na abertura da Copa, no jogo entre Brasil e Croácia, na Arena Corinthians, em São Paulo. Na quinta-feira passada (12), foram computadas 134.905 chamadas de voz e 1.033 milhão de conexões de dados.

Na rede de telefonia móvel, o maior volume de dados trafegados ficou concentrado na tecnologia 3G. Os números começaram a ser medidos 3 horas antes do começo de cada partida e até duas horas depois do final do jogo. Nesse período de sete horas, o tráfego foi equivalente a 3,9 milhões de comunicações de dados pelo 3G e 1,1 milhão pelo 4G. O tráfego pelas redes Wi-Fi correspondeu a 2,6 milhões de comunicações nos estádios em que a ferramenta estava disponível.

Falando nisso, os torcedores preferiram utilizar a internet sem fio nessas arenas para trocar mensagens instantâneas por texto do que por aplicativos de conversação em voz. Nas arenas onde foi instalada, a rede Wi-Fi também reforçou a capacidade de transmissão de dados, que trafegavam inicialmente apenas pelas redes 3G e 4G.

Os 12 estádios da Copa do Mundo possuem ao todo 4.738 antenas instaladas em suas respectivas infraestruturas. Foram investidos R$ 226 milhões para a instalação dos equipamentos, incluindo 164 quilômetros de fibras ópticas que interligam 3.724 antenas de telefonia celular da cobertura indoor e 1.014 antenas de Wi-Fi, que servem para reforçar a capacidade de transmissão de dados. Tudo isso ficará como legado nas cidades que sediam os jogos da Copa.

Na tabela abaixo, divulgada pelo SindiTelebrasil, é possível visualizar o número de pessoas em cada estádio e quantas chamadas e dados foram consumidos nesses locais:

Celular nos Estádios

Até o último dia 16, foram feitas cerca de 1 milhão de ligações e 7,6 milhões de comunicações de dados nos estádios da Copa (Imagem: Divulgação/SindiTelebrasil)