Comic Con Experience: foi dada a largada para o evento no Brasil

Por Rafael Romer | 04 de Dezembro de 2014 às 13h32

Começou oficialmente nesta quinta-feira (4) a primeira edição da Comic Con Experience (CCXP), evento de cultura pop inspirado na tradicional feira Comic Con San Diego. Até o próximo domingo, a CCXP terá painéis com personalidades do cinema, séries, quadrinhos, além de pré-estreias exclusivas para o público brasileiro.

"Todos nós visitamos Comic Cons ao redor do mundo há pelo menos dez anos", disse o editor do Omelete e sócio da CCXP, Erico Borgo, durante a abertura do evento. "E no momento que nós pisamos fora da primeira Comic Con, nós pensamos: 'aqui é o lugar mais legal do mundo, tem que ter isso no Brasil'".

O evento não tem nenhuma conexão com a Comic Con de San Diego, a primeira do tipo no mundo, nos Estados Unidos, que inspirou dezenas de outras Comic Cons em outros países, mas deverá seguir os mesmo moldes.

Por aqui, os destaques ficam para a presença do ator Jason Momoa, que viveu Khal Drogo em Game of Thrones e interpretará o herói Aquaman em Batman vs. Superman; Sean Astin, Sam Gemgee de O Senhor dos Anéis, Richard Armitage, que viveu Thorin Oakenshield em O Hobbit, e Edgar Vivar, o Senhor Barriga do seriado Chaves.

Comic Con Experience

Sócios da Comic Con Experience reunidos no primeiro dia do evento (Foto: Rafael Romer/Canaltech)

Também haverá algumas pré-estreias exclusivas, como do último filme da trilogia de O Hobbit, A Batalha dos Cinco Exércitos, do primeiro episódio da nova série do Netflix, Marco Polo, e do primeiro trailer do próximo anime de Os Cavaleiros do Zodíaco.

Sobre as atrações que cancelaram sua participação no evento – entre elas o ator Giancarlo Esposito, que interpretou Gus Fring no seriado Breaking Bad, e o músico da banda Metallica, Kirk Hammet – Borgo comentou que todos os contratos firmados já previam uma cláusula de cancelamento, que permitem a desistência no caso de outros compromissos dos quais as personalidades tenham que participar. Mesmo assim, ele avalia as atrações como "muito felizes".

"No começo tivemos muitos haters porque disseram que o evento seria só de YouTuber e dublador, porque isso é o que sempre aconteceu no Brasil", afirmou Borgo. "Mas nós queremos mostrar que não estamos brincando, estamos fazendo um evento nos moldes das Comic Cons internacionais".

De acordo com o CEO da Comic Con Experience e do Omelete, site responsável pela curadoria do conteúdo, Pierre Mantovani, o objetivo do evento também é avançar o ecossistema para o consumo de conteúdo não-pirateado no Brasil.

"O que a gente quer é que o próprio público tenha a consciência de que consumir conteúdo oficial, licenciado, evolui o mercado e toda a cadeia, desde o artista até o público final", afirmou o CEO durante a abertura do evento. Os sócios não abriram o valor do investimento no evento para este ano.

A segunda edição da CCXP já está prevista para acontecer entre os dias 3 a 6 de dezembro de 2015, também em São Paulo. De acordo com a organização, a CCPX é um investimento com retorno de longo prazo e já tem um contrato de três anos com o São Paulo Expo.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.