Com foco na discussão do mundo hiperconectado, Ciab 2014 tem início em São Paulo

Por Rafael Romer | 04.06.2014 às 12:56 - atualizado em 05.06.2014 às 02:17

A 24ª edição do Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras (Ciab Febraban 2014) teve início nesta quarta-feira (04), em São Paulo. O evento ocorre em um momento de transformação para o setor bancário no país, que vê em tendências como a conectividade e mobilidade mudanças que já começam a transformar suas operações.

“Hoje o Internet Banking é o canal favorito dos nossos clientes, com cerca de 41% do total de 40 bilhões de transações registradas em 2013”, afirmou o Diretor Setorial de Tecnologia e Automação Bancária da Febraban, Gustavo Fosse, durante a cerimônia de abertura do evento hoje.

Durante a abertura, foram apresentados números do levantamento realizado pela Febraban sobre os investimentos e uso da TI das 18 maiores instituições financeiras que operam no país. Juntas, elas são responsáveis por 97% de todas as agências nacionais e em torno de 90% dos ativos de instituições financeiras do Brasil.

Atualmente, são 42 milhões de contas de Internet Banking no país. Em 2009, o número era de apenas 20 milhões – o que significa um crescimento médio de 19% ao ano no período. “Isso é acima do crescimento médio de 12% da nossa população com acesso à internet”, explicou Fosse.

Nesse cenário, as transações através de dispositivos móveis também começam a ter um destaque maior para instituições financeiras. O número total de transações com mobile banking cresceu 270% ao ano nos últimos cinco anos e já representa 6% do total de transações bancárias no país. Em 2009, eram apenas 400 mil contas utilizando mobile banking, hoje o número já é de 12 milhões.

“Ou seja, internet e mobile banking que eram vistos como canais do futuro se tornaram canais do presente. Hoje eles representam 47% de todas as transações bancárias dos bancos que participaram da pesquisa”, afirmou Fosse.

De acordo com o diretor, o uso de dispositivos móveis para transações bancárias também impacta os canais tradicionais de bancarização no país, que deverão passar por uma remodelação para se adaptarem ao atual cenário. Desde 2009, a participação de agências, contact centers e caixas eletrônicos recuou de 41% para 37% nas transações – mesmo com o aumento do número absoluto.

“Essas mudanças comportamentais trazem reflexões sobre o futuro das agências, que deverão ser remodeladas tanto em espaço físico quanto no perfil de suas equipes, fazendo muito mais um papel consultivo do que transacional”, disse o executivo.

Para sustentar as mudanças, as despesas em tecnologia bancária crescem “consistentemente” no país, em uma taxa anual de 9%. Em 2013, o total de investimentos do setor em tecnologia somou R$ 23 milhões.

Ciab 2014

Com foco na discussão do “mundo hiperconectado”, o evento segue até a próxima sexta-feira (06) no Expo Transamérica. Nos três dias de feira, serão mais de 101 expositores nacionais e internacionais distribuídos entre os 24 mil m² do pavilhão.

“Este Ciab se debruça sobre as transformações do relacionamento intrapessoal e comercial, seus problemas, desafios e como as instituições financeiras podem utilizar a inteligência analítica e as tecnologias móveis para obter vantagens competitivas nesse mundo novo de consumidores cada vez mais conectados em rede”, afirmou Fosse.

Entre os principais destaques do evento, está a presença de Steve Wozniak, cofundador da Apple, que fará uma apresentação sobre o futuro da tecnologia na tarde desta quarta-feira (04).