Brasil ganha versão nacional do prêmio para jovens inovadores do MIT

Por Redação | 30 de Abril de 2014 às 10h25

A revista norte-americana "Technology Review", publicação editada pelo MIT (Instituto de Tecnologia de Massachussets), um dos maiores centros universitários voltados à ciência e tecnologia do mundo, realiza todo ano o prêmio MIT Technology Review para projetos inovadores de jovens com até 35 anos que buscam soluções para problemas reais da sociedade através da tecnologia. Entre as personalidades que tiveram o sucesso de suas soluções antecipado pela premiação estão Mark Zuckerberg, do Facebook, Sergey Brin, do Google, e Max Levchin, do PayPal.

Agora, o Brasil ganhou uma versão nacional da prestigiada lista de indicados para o prêmio que terá sua cerimônia realizada no próximo dia 13 de maio no Rio de Janeiro. Os 10 vencedores foram anunciados nesta terça-feira (29) e farão parte do conjunto de pré-indicados para a lista internacional, com 35 nomes, que representará o Brasil em Boston. A revista tem iniciativas similares na Europa, no sudeste asiático e em outros 13 países da América Latina.

Os 10 projetos vencedores foram indicados por uma comissão mista, nacional e internacional, composta por 28 membros. O prêmio tem o apoio da BBVA e do Governo federal.

Pedro Moneo, diretor de edição em português da revista, explica que "uma das funções da 'Technology Review' é conectar esses jovens inovadores com o 'Venture Capital' (fundos de capital de risco) de investidores que vão financiá-los e com empresas que podem ajudá-los em marketing e no comércio de suas tecnologias".

Dentre os projetos indicados, dois se destacam na área da saúde: um software que ajuda no diagnóstico de doenças raras, do médico formado pela USP e cofundador do Mendelics, David Schlesinger; e uma prótese de alto desempenho feita com plástico PET, projeto do cofundador da startup Revo Foot, Lucas Strasburg Ferreira.

Entrar na lista mundial não é fácil, sobretudo para os latino-americanos, mas Pedro Moneo se diz confiante. "Há vários ganhadores de outras edições regionais que foram incluídos na lista, como Enrique Lomnitz, do projeto Isla Urbana" disse ao jornal Folha de São Paulo. Lomnitz criou um sistema para ajudar a Cidade do México a superar sua crise de abastecimento de água.

A lista internacional, que reúne os 35 nomes, além de grandes empreendedores já destacou também o trabalho de renomados cientistas, como é o caso do físico russo Konstantin Novoselov, prêmio Nobel de física em 2010. Mais informações sobre o projeto e a publicação podem ser encontradas na página oficial da premiação.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.