Análise: novidades anunciadas na Google I/O não afetam o ecossistema da Apple

Por Redação | 28 de Junho de 2014 às 17h44

Durante a sua apresentação na abertura da Google I/O 2014 esta semana, o Google revelou que pagou US$ 5 bilhões para desenvolvedores de aplicativos Android ao longo dos últimos 12 meses. Segundo o portal Apple Insider, apesar do significativo crescimento, o montante pago pelo Google no último ano mostra que o ecossistema da Apple continua a gerar mais dinheiro para desenvolvedores de aplicativos móveis do que a plataforma da gigante das buscas.

De acordo com a publicação, a Apple pagou cerca de US$ 8 bilhões para desenvolvedores no ano de 2013, e que o crescimento desse número em relação ao ano anterior foi de 100 pontos percentuais. Com as vendas do iPhone continuando a crescer e a base de usuários de iProducts maior do que nunca, acredita-se que o valor pago a desenvolvedores aumentará ainda mais em 2014.

Com o OS X Yosemite e o iOS 8 prontos para serem lançados, uma nova linguagem de programação para desenvolvedores chamada Swift, rumores de um iminente "iWatch" e todas as fichas depositadas no iPhone 6, os investidores continuam otimistas com relação às ações da companhia.

"A impressão causada pela Google I/O é de que a empresa está focada fortemente no design consistente e na flexibilidade de vários formatos - algo que a Apple já faz bem entre iPhone, iPad e Mac", disse Rod Hall, analista financeiro da J.P. Morgan.

Google I/O

Com o novo Android L para smartphones e tablets, o Android Auto para automóveis e a Android TV, a empresa demonstra a sua ambição de colocar o sistema Android em todos os lugares. O Google destacou também o Android Wear, sistema operacional desenvolvido especialmente para dispositivos 'vestíveis' que será lançado em breve com um trio de smartwatches.

"O Google quer desmembrar o Android", disse Hall. "Isto é, na nossa opinião, bastante similar à visão da Apple mas potencialmente mais difícil para o Google implementar uma vez que seu ecossistema de dispositivos é fortemente limitado a smartphones hoje em dia."

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.