Ronaldo Fenômeno vira dono de time de eSports

Por Redação | 21 de Janeiro de 2017 às 15h51
photo_camera Divulgação

Que o craque Ronaldo Nazário, o "fenômeno", se tornou um empresário de sucesso depois de pendurar suas chuteiras, muita gente já sabe. A manobra mais recente do ex-jogador, entretanto, é em outro esporte. Agora ele é um dos sócios da equipe de eSports CNB, se juntando a Igor Trafane Federal e os fundadores Cleber Fonseca e Carlos Junior.

“Os jogos eletrônicos são tendência no mundo inteiro e, no Brasil, são uma febre. Na final do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2016, mais de 15 mil pessoas compareceram ao Ginásio do Ibirapuera para acompanhar a final entre a INTZ (que foi campeã) e a CNB. É um movimento impressionante! Como atletas, encontramos na CNB ideais que tem tudo a ver com os nossos, e vamos transferir pros eSports a adrenalina dos jogos nos campos de futebol e nas mesas de poker”, declarou Ronaldo.

Para agradar os Blumers, como são conhecidos os torcedores da CNB, a equipe também acaba de se tornar a primeira em todo o mundo a contar com uma arena multiuso e que transmitirá no local todas as partidas do CBLoL, independente da equipe que estiver em ação.

A CNB Arena é um novo espaço, em São Paulo, onde os fãs de e-Sports podem acompanhar todas as transmissões do Campeonato Brasileiro de League of Legends. Com capacidade para 150 pessoas, o local está equipado com computadores especiais para gamers, telão para exibição dos jogos, lanchonete e showrooms de patrocinadores.

“A nossa torcida merece todas essas novidades. Contar com a chancela de dois campeões mundiais nos ajudará ainda mais a difundir os jogos eletrônicos e a CNB pelo Brasil e pelo mundo. E não paramos por aqui. Ainda temos muitos projetos para revelar em 2017”, comemoram Cleber Fonseca e Carlos Junior.

Segundo afirmam os empresários que comandam a CNB, os e-Sports seguem em ascensão desenfreada. Já são mais de 70 milhões de espectadores no mundo, segundo dados do SuperData. Em 2015, o mercado movimentou mais de US$610 milhões em investimentos, entre patrocínios, premiações e remuneração dos jogadores.

Não é a primeira vez que atletas de outros esportes investem na modalidade. Shaquille O’Neal, Alex Rodriguez e Jimmy Rollins, do basquete americano, integram o grupo de investidores da organização NRG e-Sports.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.