Nike será patrocinadora do campeonato chinês de League of Legends

Por Renato Mota | 01 de Março de 2019 às 17h18
Riot Games/Nike
Tudo sobre

Nike

Saiba tudo sobre Nike

Ver mais

A Nike mergulhou de vez no universo dos e-Sports. Depois de anunciar, em outubro passado, que o pro player chinês Jian “Uzi” Zihao como embaixador da marca, a empresa comunicou nesta quinta-feira (28) que assinou um contrato de quatro anos com a League of Legends Pro League (LPL), se tornando a parceira exclusiva oficial de roupas e calçados do campeonato na China.

“À medida que a China se torna um novo centro cultural de e-sports, a Nike tem o prazer de apoiar a próxima geração de atletas e estabelecer uma relação de cooperação de longo prazo com o e-Sports para contribuir para o desenvolvimento futuro do ecossistema esportivo”, afirmou a empresa em seu comunicado oficial.

A LPL é o equivalente chinês ao nosso Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL), porém com um nível muito mais alto (seria como se comparássemos o nosso campeonato de futebol com o da China, por exemplo). A atual campeã chinesa, a Invictus Gaming, é também a atual campeã mundial de League of Legends. China e Coreia do Sul disputam a supremacia do LoL no globo.

Já a partir da atual temporada, a Nike fornecerá roupas e calçados para todas as 16 equipes da LPL. Pelo Twitter, a organização do torneio confirmou que os novos uniformes estarão disponíveis para compra no Mid-Season Invitational, a ser realizado em maio, no Vietnã e em Taiwan.

O movimento é muito significativo para a Nike, que nunca tinha patrocinado um time ou evento de e-Sports, e para a Riot Games, desenvolvedora do jogo, que ganhará mais visibilidade com o contrato. Mas grandes fornecedores esportivos patrocinando equipes de jogos eletrônicos não são uma novidade. O europeu Team Vitality possui uniformes da Adidas, e a Cloud 9, uma das melhores equipes da América do Norte, conta com patrocínio da Puma.

Outra coisa comum é que times que são derivados de clubes maiores, como os de futebol, acabem “herdando” o fornecedor dos uniformes. É o caso do alemão Shalke 04, que usa camisas da Umbro, e do Flamengo, aqui mesmo no Brasil, que veste seus atletas com camisas da Adidas.

Felipe "brtt" Gonçalves joga pelo Flamengo e-Sports (César Galeão/Riot Games)

Fonte: Nike

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.