Jogos Olímpicos Asiáticos de 2022 terão modalidades de eSports

Por Redação | 19.04.2017 às 09:28
photo_camera Divulgação

O Conselho Olímpico da Ásia (OCA) anunciou que as futuras edições dos Jogos Asiáticos (Asiad), equivalente aos Jogos Panamericanos naquele continente, passarão a ter uma categoria oficial de eSports. Este será o primeiro evento esportivo olímpico do mundo a dedicar parte de sua competição para o ciberesporte.

Já para o ano que vem está agendada uma partida em Jakarta, na Indonésia, onde será realizado o evento olímpico, mas a jogatina será apenas em caráter demonstrativo. Somente daqui cinco anos, quando acontecerão os Jogos Olímpicos de 2022 em Hangzhou, na China, é que os esportes digitais vão se juntar a outras modalidades, com direito a medalhas para todos os atletas.

Ainda não foram definidos quais títulos vão entrar nas competições, mas tudo indica estarão na lista os games FIFA, RTAs como StarCraft II e MOBAs como League of Legends e Dota 2.

A decisão de levar os eSports às olimpíadas é resultado de um acordo entre o OCA e a Alisports, braço esportivo da Alibaba, grupo chinês com atuação no comércio eletrônico. Também há uma parceria entre essas entidades e o Comitê Olímpico Internacional (COI).

"O Conselho Olímpico da Ásia tem estado constantemente comprometido com a herança, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento dos esportes na Ásia, e estamos extremamente satisfeitos com a parceria estratégica com a Alisports. Estamos ansiosos para uma maior colaboração com a Alisports em relação ao conceito de esporte eletrônico junto com eventos esportivos", afirmou o presidente do OCA, Sheikh Ahmad Al Fahad Al Sabah.

O segmento de eSports gerou US$ 493 milhões em receita no ano passado, com uma audiência global de 320 milhões de pessoas. Para 2017, a previsão é que o setor aumente seus ganhos para US$ 696 milhões, dos quais 15% devem pertencer à China.

Fontes: Engadget, BBC