Benfica processa Google e outras empresas por vazamento de informações

Por Wagner Wakka | 18 de Julho de 2018 às 17h10
Benfica.pt

O Benfica, time português de futebol, está processando algumas empresas de internet, entre elas a Google e a dona do WordPress. Segundo levantamento do site português Pplware, o clube entrou com uma ação cível no Estado da Califórnia contra estas companhias alegando ter sido vítima de um ataque hacker, o qual resultou em furto de informações comerciais e segredos de negociações.

A ação é movida contra Google, Cloudflare Inc. (detentora do rgho.st) e a Automattic Inc (dona do WordPress). Todas estas empresas entraram no processo por conta da divulgação das informações e e-mails roubados do Benfica.

Um site chamado “mercadodebenficapolvo” publicou as informações sem permissão do clube. A equipe, portanto, alega que ambas empresas foram coniventes ao permitir que seus dados fossem ilegalmente compartilhados pela página. O mercadodebenficapolvo tem domínio no Blogspot, é feito em WordPress e compartilha os e-mails usando o serviço rgho.st, o que justificaria a ação contra Google, Cloudflare e Automattic.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

No pedido, o Benfica exige que o tribunal norte-americano pague indenização pelos danos causados pelo vazamento dos e-mails.

Segundo nota do próprio clube, as informações são relativas a negociações pelos jogadores Nicolás Castillo e Facundo Ferreyra, que revelam dados sigilosos como salários e outros benefícios como bonificações por desempenho em campo e do time na competição.

Ainda, o Benfica informou que deve começar a colocar marcas personalizadas para envio, a fim de identificar como tais e-mails e informações são espalhadas para fora do clube.

Pelo requerimento feito na Califórnia, o Benfica está processando ainda o hacker (ainda não identificado e listado no processo como John Doe, nome legal para pessoas desconhecidas) e a Markmonitor, responsável por registro de propriedade intelectual, além das companhias já citadas.

Fonte: SCU, Pplware

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.