XKeyscore: programa da NSA é capaz de vigiar os internautas em tempo real

Por Redação | 01 de Agosto de 2013 às 16h20

O jornal The Guardian publicou uma matéria na última quarta-feira (31) que aumentou ainda mais a polêmica em torno do caso de espionagem da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA). A publicação britânica alegou que um programa de vigilância chamado "Xkeyscore" é capaz de registrar todas as atividades online dos internaturas sem a necessidade de mandados.

Dentre os registros que o tal programa teria acesso estão dados extremamente pessoais, como histórico de navegação, pesquisas em motores de busca, atividades nas mídias sociais, e-mails e outros tipos de mensagens trocadas pela rede – tudo isso sem a necessidade de uma autorização prévia. O The Guardian alega que essas informações foram retiradas de documentos apresentados por Edward Snowden.

O denunciante do programa de espionagem norte-americano disse: "Sentado na minha mesa, poderia escutar qualquer um, desde você ou seu contador, até um juiz federal ou mesmo o presidente, se eu tivesse um e-mail pessoal dele". De acordo com Snowden, os analistas da NSA também podem usar o XKeyscore e outros sistemas para interceptar atividades de indivíduos na internet "em tempo real".

O documento descreve ainda que o sistema permite fazer buscas por nome, número de telefone, endereço IP, língua ou tipo de browser. Além disso, no ano passado, a NSA recolheu 141 milhões de registros de dados de comunicações. Cada dia de ação do programa rendia mais de 20 terabytes de informações recolhidas – que ficavam disponíveis por até 30 dias.

NSA nega tudo

A Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos divulgou um comunicado à imprensa negando as informações do novo documento de Snowden. "As alegações de acesso generalizado dos analistas, sem controle de coleta de dados pela NSA, simplesmente não são verdadeiras", afirma. "O acesso ao Xkeyscore, bem como todas as ferramentas analíticas da NSA, é limitado apenas às pessoas que necessitam de acesso para exercer suas tarefas".

A NSA explicou ainda que suas ferramentas têm uma supervisão rigorosa, e que nem todos os analistas da Agência podem executar as funções e muito menos operar livremente. Todas as buscas realizadas por funcionários da NSA são totalmente auditáveis, "para garantir que elas estão adequadas e dentro da lei".

A Agência reforçou sua posição inicial desde que o caso PRISM explodiu, e disse que o Xkeyscore é utilizado de forma legal, para obter informações de "alvos de inteligência estrangeiros legítimos, atendendo a pedidos de nossos líderes caso precisem de informações necessárias para proteger nosso país e seus interesses".

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.