Snowden deve fazer declaração pública ainda nesta sexta-feira

Por Redação | 12 de Julho de 2013 às 15h31

Edward Snowden vai se reunir nesta sexta-feira (12) com grupos de direitos humanos no aeroporto de Moscou, Rússia, onde ainda está abrigado. O delator do caso de espionagem do governo norte-americano tem enfrentado grandes dificuldades para encontrar asilo.

De acordo com o Gawker, Snowden afirma que o governo dos Estados Unidos está tentando negar o seu direito de buscar asilo político em outros países, ato que viola a Declaração Universal dos Direitos Humanos. A expectativa é que Snowden faça uma declaração pública após a reunião de hoje.

"Convido as organizações de direitos humanos e outros indivíduos respeitados a se juntar a mim para uma breve declaração e discussão sobre os próximos passos na minha situação", disse Snowden via e-mail. Devem participar da reunião representantes da Anistia Internacional, os advogados russos Guenrikh Padva e Guenri Reznik, além de representantes da Human Rights Watch e das Nações Unidas na Rússia.

Ele aproveita a mensagem para agradecer todos os países que se ofereceram para ajudá-lo, e disse que essas nações têm a sua gratidão. "Espero viajar para cada um [dos países] para levar meus agradecimentos pessoais a seus povos e líderes", escreveu.

Ainda nesta sexta-feira, a Cúpula do Mercosul se reúne em Montevidéu, Uruguai, para discutir a concessão de asilo ao delator do esquema de espionagem. A reunião vai contar com a presença da presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e de outros presidentes da região.

Desde que deixou Hong Kong, China, no dia 23 de junho, Edward Snowden se abriga em um território de trânsito do aeroporto Sheremetyevo em Moscou, Rússia, e se tornou uma das principais atrações para as milhares de pessoas que passam pelo local.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.