Snowden deve fazer declaração pública ainda nesta sexta-feira

Por Redação | 12 de Julho de 2013 às 15h31

Edward Snowden vai se reunir nesta sexta-feira (12) com grupos de direitos humanos no aeroporto de Moscou, Rússia, onde ainda está abrigado. O delator do caso de espionagem do governo norte-americano tem enfrentado grandes dificuldades para encontrar asilo.

De acordo com o Gawker, Snowden afirma que o governo dos Estados Unidos está tentando negar o seu direito de buscar asilo político em outros países, ato que viola a Declaração Universal dos Direitos Humanos. A expectativa é que Snowden faça uma declaração pública após a reunião de hoje.

"Convido as organizações de direitos humanos e outros indivíduos respeitados a se juntar a mim para uma breve declaração e discussão sobre os próximos passos na minha situação", disse Snowden via e-mail. Devem participar da reunião representantes da Anistia Internacional, os advogados russos Guenrikh Padva e Guenri Reznik, além de representantes da Human Rights Watch e das Nações Unidas na Rússia.

Ele aproveita a mensagem para agradecer todos os países que se ofereceram para ajudá-lo, e disse que essas nações têm a sua gratidão. "Espero viajar para cada um [dos países] para levar meus agradecimentos pessoais a seus povos e líderes", escreveu.

Ainda nesta sexta-feira, a Cúpula do Mercosul se reúne em Montevidéu, Uruguai, para discutir a concessão de asilo ao delator do esquema de espionagem. A reunião vai contar com a presença da presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e de outros presidentes da região.

Desde que deixou Hong Kong, China, no dia 23 de junho, Edward Snowden se abriga em um território de trânsito do aeroporto Sheremetyevo em Moscou, Rússia, e se tornou uma das principais atrações para as milhares de pessoas que passam pelo local.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.