Reddit, Mozilla e outros farão protestos em memória de Aaron Swartz

Por Redação | 13.01.2014 às 16:20

Uma série de organizações e instituições que apoiam a liberdade de informação e a privacidade na internet estão organizando um protesto virtual para o dia 11 de fevereiro, em memória de Aaron Swartz, o programador que se suicidou após ser processado por violação de copyright pelo governo dos EUA. O Reddit e a Mozilla são dois dos nomes envolvidos na manifestação.

O movimento tem um nome tão grande quanto sua ambição: “Dia de Ação em Oposição à Espionagem em Massa, em Honra a Aaron Swartz e do aniversário do fim do SOPA”. A ideia é, na data, contatar legisladores e políticos de todo o mundo exigindo leis e regulações mais severas no que toca a obtenção de dados dos cidadãos e a vigilância eletrônica, em prol da privacidade dos cidadãos.

Além do Reddit, uma das maiores redes sociais da atualidade, e a Mozilla, produtora do navegador Firefox, outras instituições de luta pela liberdade na internet estão envolvidas no protesto. É o caso da Demand Progress, fundada por Swartz, a Free Press, que luta pelo fim da censura, e da Electronic Frontier Foundation, ONG americana que auxilia os envolvidos em acusações e processos judiciais relacionados ao mundo digital.

Além do envio de emails e mensagens para políticos, o protesto consiste na colocação de widgets nos sites dos interessados em participar e na assinatura de uma lista virtual de emails por meio do site oficial, The Day We Fight Back. A movimentação em redes sociais como Twitter e Facebook também é um dos focos da data.

Fundador do Reddit e um dos criadores da tecnologia RSS, Aaron Swartz se suicidou em 11 de janeiro de 2013. Ele estava sendo processado por utilizar a rede do MIT para baixar uma série de artigos científicos. Acusado de violar direitos autorais e invadir computadores, ele encarava uma pena de prisão de até 35 anos e US$ 1 milhão em multas.