Especialista em segurança defende que mais Snowdens apareçam

Por Redação | 06 de Junho de 2014 às 11h15
photo_camera Divulgação

Há um ano Edward Snowden fazia as primeiras revelações sobre as práticas de espionagem da Agência Nacional de Segurança, a NSA. O fato que chocou o mundo na época ainda não saiu das mesas de debate, pelo contrário, os temas relacionados a segurança na web são mais e mais discutidos. Em um ano de mudanças, Mikko Hypponen, especialista em segurança e diretor de pesquisas da F-Secure, disse acreditar que outros países também fazem espionagem e o mundo precisa que “mais Snowdens apareçam”.

Para Hypponen, as informações de Snowden foram essenciais para a discussão sobre o tema e agora as pessoas se preocupam mais com privacidade e com o que é feito com os seus dados. Além disso, tanto companhias como usuários buscam respostas para questões complexas como tecnologia, segurança e privacidade.

Segundo o especialista, as primeiras informações vazadas serviram para gerar toda a repercussão que sucedeu ao caso e “abriu nossos olhos”. Já nos primeiros documentos ficou conhecido que serviços diários como o Google e Apple estavam sob vigilância da agência. Posteriormente, informações vazadas do livro de Glenn Greenwald mostraram que a NSA também tinha acesso ao Microsoft OneDrive, fato até então desconhecido.

Apesar de tudo isso, Hypponen acredita que Snowden trouxe esperança e que, graças ao seu sacrifício, as pessoas puderam conhecer como funcionam as agências de segurança. Para que casos de espionagem sejam menos frequentes, ele espera que mais Snowdens apareçam.

O especilista em segurança ainda destaca que a forma como atuam e se relacionam as empresas no setor de segurança online também mudou após as revelações do ex-analista da agência. Muitas delas precisaram repensar inclusive a própria missão perante o consumidor e fornecer mais informações sobre como atuam e como acontece o armazenamento de dados.

Nos Estados Unidos, mudanças políticas também já começaram com a aprovação de leis que visam a proteção de cidadãos do país. No Brasil, um dos avanços neste setor foi o Marco Civil da Internet, que regula o uso da internet no país.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.