Edward Snowden volta a falar sobre espionagem e um possível retorno aos EUA

Por Redação | 24 de Janeiro de 2014 às 18h06

Em uma sessão de perguntas e respostas publicada por um site que o apoia, Edward Snowden voltou a falar sobre a espionagem telefônica praticada pela NSA. Respondendo a questões que foram enviadas por usuários do Twitter, ele comentou sobre o relatório de uma agência americana que taxou de ilegal as práticas de coleta e consulta a metadados utilizada hoje pelo governo dos Estados Unidos.

Na opinião do ex-analista, tal atitude jamais poderá ser considerada legal e simplesmente vai além de qualquer razão. Para ele, a coleta de dados de qualquer cidadão, mesmo aqueles que não estão sendo acusados de nenhum crime nem são considerados suspeitos, precisa acabar o mais rápido possível para encerrar a quebra dos direitos civis e da privacidade individual.

Quando perguntado sobre como os cidadãos deveriam agir em um mundo cada vez mais vigiado, Snowden afirmou que o retorno desse tipo de segurança passa, obrigatoriamente, por um aumento no cuidado global. Isso, para ele, significa o fim da exploração de bugs e backdoors pela NSA, que costuma identificar falhas em softwares e usá-las em benefício próprio em vez de alertar os desenvolvedores.

“Melhores padrões, melhor criptografia e melhor pesquisa” são as soluções do analista para garantir que as informações pessoais estejam realmente protegidas e à prova de falhas. Sem tais aspectos, e com o uso de janelas criadas pela NSA, tal ideal jamais será possível.

Snowden encontra-se atualmente exilado na Rússia, mas sua estadia por lá está prestes a vencer. Ele, porém, descarta por enquanto um retorno aos Estados Unidos, afirmando que o país ainda é regulado por leis defasadas e cheias de falhas no que toca a proteção a delatores. Isso, segundo ele, o impede de ter um julgamento realmente justo e deixa de garantir seus direitos básicos.

Por outro lado, ele tem esperança de que tais normas sejam revistas em um futuro próximo, com as regras que controlam o acesso do governo às informações de seus cidadãos. Segundo Snowden, retornar a solo americano é a melhor solução para o conflito entre ele e o governo e a revisão das leis para propiciar isso é tarefa do Congresso dos EUA.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.