Trump assina ordem para a Nasa preparar nova missão tripulada à Lua

Por Redação | 11 de Dezembro de 2017 às 18h18

Enquanto tenta lidar com uma possível guerra contra a Coreia do Norte, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, planeja avançar com o programa espacial. Em um comunicado oficial, a Casa Branca informou que o presidente assinou uma ordem direta para a Nasa liderar um programa espacial de exploração inovador.

A ideia é levar astronautas para a Lua e, possivelmente, Marte. O anúncio coincide com os 45 anos da última viagem tripulada ao satélite. Em 7 de dezembro de 1972, a Apollo 17 foi lançada de Cabo Kennedy. Quatro dias depois, chegou à Lua. O retorno à Terra aconteceu em 19 de dezembro.

O vice-presidente Mike Pence já havia dado indício de que o atual governo pretendia avançar com seu programa espacial. 

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além disso, desde a época da transição de governo, a Nasa já considerava a possibilidade de minerar o satélite natural, mas tanto a nova missão ordenada por Trump quanto essa ideia não estão definidas.

Proposta em discussão

A própria estratégia de enviar astronautas à Lua é controversa. Há quem apoie a iniciativa, pois uma nova missão daria mais experiência de exploração antes de Marte se tornar um destino mais comum. Outro ponto a favor seria a possibilidade de construir uma estação lunar, que poderia facilitar as viagens até o planeta vermelho.

Já os argumentos de quem é contra a viagem à Lua agora apontam para gastos desnecessários. Essa missão não acrescentaria muito e só atrasaria outros lançamentos a Marte.

Mesmo com o debate, está claro que os Estados Unidos irão levar seus astronautas à Lua em um futuro breve.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.