Telescópio Kepler acorda de hibernação e volta a enviar dados à Terra

Por Natalie Rosa | 06 de Agosto de 2018 às 12h25
NASA/JPL-Caltech

O telescópio Kepler, responsável por descobrir cerca de 70% dos 3.800 exoplanetas conhecidos até hoje, acordou de uma hibernação de quatro semanas no último dia 2 de agosto. Assim que "voltou à vida", ele já começou a transferir novos dados para a Terra.

O motivo da hibernação do telescópio foi uma tentativa de economizar combustível propulsor, que está baixo. Para isso, os membros da missão precisaram garantir que o Kepler conseguisse orientar a sua antena em direção à Terra para a transmissão de dados. As informações são enviadas para os controladores da missão através do sistema de rádio Rede de Espaço Profundo (Deep Space Network ou DSN).

O telescópio foi lançado ao espaço em março de 2009 sob um investimento de US$ 600 milhões. Sua principal missão é estudar como planetas semelhantes à Terra estão espalhados pela Via Láctea. O Kepler já analisou continuamente 150 mil estrelas, além de mais de 2.300 confirmações de exoplanetas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Até o momento, o telescópio Kepler já completou 18 campanhas de sua missão, com previsão de iniciar a 19ª nesta segunda-feira, 6 de agosto, caso o combustível seja suficiente.

Fonte: Scientific American

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.