NASA crê que Plutão e objetos fora da zona habitável tenham oceanos subterrâneos

Por Redação | 04 de Dezembro de 2017 às 16h00
NASA

De acordo com um novo estudo publicado no periódico científico Icarus, o nosso Sistema Solar pode ter locais potencialmente habitáveis que, até então, jamais foram considerados para tal. É o caso do planeta-anão Plutão, que pode esconder um oceano em estado líquido abaixo de sua superfície, assim como se desconfia que aconteça em Encélado, lua de Saturno.

Segundo o autor do estudo, Prabal Saxena, da NASA, "esses objetos precisam ser considerados como potenciais reservas de água e de vida". Ele acredita ainda que "se nosso estudo estiver correto, nós podemos ter mais locais em nosso Sistema Solar que possuem alguns elementos críticos para a existência de vida extraterrestre".

Outros objetos celestes que podem conter oceanos subterrâneos, além de Encélado, são as luas Titã, Europa, Calisto e Ganimedes, além do planeta-anão Eris, que fica nos confins do Sistema Solar. Os supostos oceanos estariam no estado líquido até os dias de hoje por conta de um fenômeno chamado "aquecimento de maré", causado pela força gravitacional dos gigantes gasosos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A equipe de Saxena descobriu que "o aquecimento de maré pode indicar a perseverança de oceanos de água líquida abaixo da superfície de objetos transnetunianos como Plutão e Eris até os dias de hoje", mas há outro fator que também pode indicar a existência de tais oceanos: a ação de elementos radioativos.

Sendo assim, novas pesquisas serão conduzidas daqui para frente e, quem sabe, missões espaciais sejam lançadas para estudar de pertinho esses planetas-anões e satélites naturais de Saturno e Júpiter, a fim de descobrir se eles abrigam, de fato, oceanos de água líquida em seu interior, de repente encontrando algum tipo de vida por lá, ainda que microbiana.

Fonte: Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.