Elon Musk, da SpaceX, pagou US$ 10 mil para voar com a Virgin Galactic

Elon Musk, da SpaceX, pagou US$ 10 mil para voar com a Virgin Galactic

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 12 de Julho de 2021 às 19h10
Virgin Galactic

A Virgin Galactic já tem uma fila formada por mais de 600 interessados em realizar voos de turismo espacial — entre eles, há nomes famosos com os de Justin Bieber e Leonardo DiCaprio. E a fila de futuros passageiros acaba de aumentar: Elon Musk, CEO da SpaceX, comprou um ticket para voar com a empresa fundada por Richard Branson, bilionário que também é um grande amigo de Musk. Ainda não há data para o voo.

Richard Branson realizou o primeiro teste de voo totalmente tripulado da nave VSS Unity neste domingo (11), de modo que voou ao espaço antes de Jeff Bezos, fundador da empresa rival Blue Origin. De acordo com informações de Branson em uma entrevista concedida ao jornal The Sunday Times, Musk fez um depósito de US$ 10.000 para garantir um assento em um voo futuro da Virgin Galactic. Um representante da empresa confirmou a transação, mas não deu detalhes sobre a posição de Musk na fila para o voo.

Como são próximos, Musk compareceu ao lançamento do fim de semana e visitou Branson durante a madrugada, antes do voo. “Obrigado por tanto apoio e por ser um bom amigo, Elon”, disse, em uma publicação no Twitter, onde publicou uma foto dos dois durante a visita. Assim, esta reserva é, de certa forma, uma extensão da amizade que ambos parecem ter — ao contrário da relação entre Musk e Bezos, marcada por farpas trocadas entre os dois.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Em outra publicação, Branson comentou que “são amigos e que ele espera voar a bordo de um dos foguetes de Musk algum dia”. Atualmente, a SpaceX vem atuando com foco em contratos governamentais, firmados principalmente para levar astronautas e cargas ao espaço. No fim deste ano, a empresa deverá realizar sua primeira missão totalmente composta por civis, levando quatro tripulantes para passar alguns dias na órbita da Terra.

Para seus voos espaciais turísticos, a Virgin Galactic conta com o avião SpaceShipTwo, com seis assentos, sendo que a reserva custa US$ 250 mil. Durante o voo, os passageiros podem experienciar alguns minutos de sensação de ausência de peso. Vale lembrar que empresa de Branson não está sozinha na empreitada do turismo espacial: a Blue Origin, de Jeff Bezos, também irá oferecer voos espaciais para turistas interessados — mas, neste caso, eles voarão com o sistema New Shepard, composto por um foguete e cápsula. Os clientes da Blue Origin também poderão passar alguns minutos experimentando a microgravidade.

Fonte: The Verge, Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.