Cientistas descobrem que a Lua já teve atmosfera graças à atividade vulcânica

Por Redação | 06 de Outubro de 2017 às 17h56
photo_camera NASA/ESA

Ainda que a Lua venha sendo estudada pela humanidade há muito tempo, ela ainda surpreende a comunidade científica com novas descobertas. Dessa vez, cientistas da NASA descobriram que o nosso satélite natural já teve uma atmosfera, graças à atividade de vulcões em sua superfície.

A pesquisa, que foi publicada no periódico Earth and Planetary Science Letters, mostrou que vulcões antigos que uma vez foram ativos na Lua expeliram gases em direção ao céu, que, com o passar do tempo, se concentraram criando a atmosfera lunar antes de se dissiparem por completo. Essa atmosfera teria sido mais espessa do que a que encontramos atualmente em Marte, para termos uma noção de sua proporção.

As evidências de uma atividade vulcânica antiga na Lua podem ser visíveis até os dias de hoje, sendo que a aparência monocromática do satélite se dá justamente ao material vulcânico que recobre grandes porções de sua superfície. Estima-se que esses vulcões "funcionavam" há cerca de 3,5 bilhões de anos, liberando gases como monóxido de carbono, além de água, que, acumulada em alguns pontos dos pólos lunares, evaporou rumo ao espaço, segundo o estudo.

Ainda, os cientistas acreditam que a atmosfera lunar existiu por cerca de 70 milhões de anos, antes de desaparecer e deixar a Lua com a aparência que conhecemos hoje em dia.

Fonte: BGR

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.