Catálogo detalhado do Sistema Solar ajudará na busca por exoplanetas

Por Patrícia Gnipper | 01 de Agosto de 2018 às 09h52

Cientistas do Instituto Carl Sagan, em Cornell, decidiram criar um catálogo detalhado dos planetas do Sistema Solar, considerando fatores como cor, brilho e espectro dos objetos para que esse apanhado ajude na busca por exoplanetas.

É que, para descobrir a existência de um planeta orbitando estrelas além do Sol, a ciência acompanha seu trânsito: ao observar por longos períodos a emissão de luz de uma estrela, é possível detectar a redução periódica na luminosidade do astro quando um planeta passa à sua frente. Só que esse método não permite descobrir exatamente como são esses mundos — e é aí que o catálogo do Sistema Solar entra em ação.

Quando um novo exoplaneta for descoberto, a ideia é comparar os dados obtidos por telescópios com o catálogo em questão, dando uma luz sobre como os exoplanetas devem ser, caso seus dados sejam similares aos planetas do Sistema Solar.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Telescópios espaciais como o Kepler, por exemplo, que já permitiu a descoberta de milhares de exoplanetas, ou ainda o TESS, que acaba de iniciar suas atividades para dar continuidade à missão do Kepler, capturam informações como massa, temperatura e espectros (a assinatura luminosa dos elementos das atmosferas dos planetas). Ou seja: ao catalogar esses dados dos planetas do Sistema Solar, é possível descobrir se um exoplaneta específico pode ser parecido com Júpiter, por exemplo, ou até mesmo com a Terra.

Os autores do estudo são Lisa Kaltenegger e Jack Madden, que analisaram dados do Sistema Solar para criar impressões digitais de 19 objetos. Nesse total, estão incluídos os oito planetas oficiais, os planetas-anões Plutão e Ceres, e nove luas. O estudo foi devidamente documentado no periódico científico Astrobiology.

Catálogo dos objetos do Sistema Solar, que servirá como base de comparação na busca por exoplanetas (Imagem: Jack Madden)

Fonte: Gizmodo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.