Astrônomos observam galáxia mais antiga já descoberta, com 11 bilhões de anos

Por Redação | 07 de Novembro de 2017 às 08h19

Pesquisadores da Universidade de Tecnologia de Swinburne e da Universidade Nacional Australiana podem ter descoberto a galáxia mais antiga do universo, até então. A chamada A1689B11 está a 11 bilhões de anos-luz, o que significa que a luz que pôde ser detectada aqui da Terra, agora, saiu de lá há 11 bilhões de anos.

Como considera-se que o nosso universo tenha algo entre 13 e 14 bilhões de anos, esta pode ser a galáxia mais antiga, tendo sido formada logo após o Big Bang. Sua observação foi bastante complexa, já que seu fraco brilho é obscurecido por um grande conjunto de outras galáxias que estão posicionadas entre a Terra e a A1689B11. Mas os cientistas conseguiram descobri-la analisando sua gravidade.

Quando uma fonte de luz está posicionada atrás de um objeto maciço, ou de algum aglomerado estelar, acontece o fenômeno conhecido como lente gravitacional, em que a luz é ampliada enquanto se dobra em torno daquele objeto. E foi graças a esse desdobramento que foi possível observar, daqui da Terra, que ali existia a tal galáxia anciã.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A partir de agora, os pesquisadores, que publicaram sua descoberta, continuarão estudando a A1689B11 a fim de descobrir mais informações sobre ela, bem como estudar sobre a formação das primeiras galáxias de nosso universo.

Fonte: BGR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.