Astronave RemoveDebris pode ser esperança para limpeza de lixo espacial

Por Redação | 29 de Novembro de 2017 às 14h29
photo_camera público

Atualmente, há no espaço mais de meio milhão de peças de lixo espacial, composto por pedaços quebrados de foguetes, satélites e cosmonaves desfuncionais, além de pequenos objetos perdidos pelos astronautas. Tudo isso junto pesa mais de 7.500 toneladas e pode significar grande perigo.

O lixo espacial é muito perigoso: satélites que não estão mais em funcionamento orbitam a Terra e são maiores que caminhões, o que pode ser uma ameaça inclusive aos satélites que se encontram em pleno funcionamento, caso entrem em choque.

Mas a cosmonave RemoveDebris pode ser uma esperança nesse mar de lixo: ela usa um arpão conectado a uma rede para coletar os pedaços de lixo espacial da órbita terrestre e arrasta os dejetos espaciais coletados pelas camadas mais distantes da atmosfera terrestre, causando aumento de temperatura suficiente para carbonizar o detrito antes que ele atinja o solo, de forma segura e eficiente.

A nave RemoveDebris recolhendo um satélite quebrado

A espaçonave RemoveDebris custou 15 milhões de libras, ou pouco menos de 65 milhões de reais, em conversão direta. O governo inglês pretende lançá-la em órbita ainda no início de 2018.

Fonte: BBC News

Participe do nosso grupo de ofertas no Facebook e tenha acesso aos melhores descontos e cupons para você garantir sempre o menor preço em suas compras online.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.