Astrobotic revela ao público o lander Peregrine, que levará cargas à Lua

Astrobotic revela ao público o lander Peregrine, que levará cargas à Lua

Por Danielle Cassita | Editado por Rafael Rigues | 21 de Abril de 2022 às 12h33
Astrobotic

A Astrobotic revelou ao público o módulo lunar (lander) Peregrine, projetado para levar cargas úteis de clientes pagantes à Lua. Apesar de ainda não ter finalizado o trabalho, a empresa exibiu o Peregrine pela primeira vez nesta quarta-feira (20), mostrando que já concluiu a maior parte do hardware de voo necessário para o lançamento programado para acontecer no fim deste ano.

O Peregrine tem pouco mais de 1,80 m de altura e está equipado com cinco motores principais, que vão ajudá-lo na navegação pelo espaço e a pousar na Lua. Além disso, o lander está equipado com vários locais para armazenar cargas úteis de diferentes experimentos desenhados para aproveitar as condições do ambiente lunar, junto de clientes que queiram levar seus produtos à superfície do nosso satélite natural.

Durante a apresentação, a Astrobotic mostrou a estrutura de voo do lander, mas destacou que os tanques, painéis solares, sistemas de propulsão e outros recursos ainda precisam ser incorporados. “Obviamente, o lander ainda está em construção, mas já chegou longe o suficiente para mostrarmos com o que se parece agora”, disse John Thornton, CEO da empresa.

O lander Peregrine foi projetado para realizar a primeira missão comercial já lançada à Lua. Segundo a empresa, ela deverá levar 24 cargas úteis ao nosso satélite natural. Deste total, um pouco menos da metade são instrumentos científicos da NASA, enquanto as demais cargas vêm de grupos de clientes comerciais. Depois que pousar, o Peregrine terá de "sobreviver" a um dia lunar completo (cerca de duas semanas aqui na Terra).

Futuras missões à Lua

A Astrobotic e a Intuitive Machines são duas empresas privadas que querem se tornar as primeiras a enviar landers robóticos comerciais à Lua; enquanto a primeira vem trabalhando no Peregrine, a Intuitive Machines está construindo o lander lunar Nova-C. Ambas receberam o apoio de contratos de alguns milhões de dólares fechados com a NASA, para impulsionar o desenvolvimento das espaçonaves e abrir caminhos para a agência espacial enviar experimentos à Lua.

Representação do lander Nova C, da Intuitive Machines (Imagem: Reprodução/Intuitive Machines)

Ao dar apoio a diferentes empresas, a NASA acaba estimulando a competição entre elas. “Nossa primeira prioridade é o sucesso da missão, e se acontecer de sermos os primeiros, ótimo”, disse Thornton. “Se não, tudo bem também; realmente, o sucesso é o mais importante, mas este é o primeiro lander comercial revelado. Ainda não vimos o hardware ou fotos do projeto da Intuitive Machines”, observou ele.

O lander Peregrine será o primeiro “passageiro” a voar com o foguete Vulcan, da United Launch Alliance’s (ULA). Entretanto, o veículo lançador está em desenvolvimento desde 2014, e ainda sequer foi testado. Já a Intuitive Machines fechou um contrato com a SpaceX para lançar seu lander com um foguete Falcon 9 — por outro lado, a empresa ainda não tem uma data definida para o lançamento.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.