Asteroide 3x maior que uma baleia azul passará próximo à Terra em 6 de junho

Asteroide 3x maior que uma baleia azul passará próximo à Terra em 6 de junho

Por Wyllian Torres | Editado por Rafael Rigues | 02 de Junho de 2022 às 16h45
Pixabay/CharlVera

Um asteroide com até três vezes o tamanho de uma baleia azul, o maior animal do mundo, passará próximo à Terra na segunda-feira (6) que vem. Apesar disso, não se preocupe: segundo o Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra (CNEOS), do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), da NASA, o corpo celeste chamado 2021 GT2 fará sua passagem a uma distância segura de 3,5 milhões de km, o equivalente a 10 vezes a distância média entre nosso planeta e a Lua, a uma velocidade estimada em 26 mil km/h.

O asteroide 2021 GT2 atingirá sua maior aproximação com a Terra por volta das 02h35 (horário de Brasília) do dia 6 de junho (Imagem: Reprodução/CNEOS/JPL/NASA)

O asteroide foi observado pela primeira vez no ano passado e, apesar do seu tamanho calculado entre 37 e 87 metros de largura — de uma a três vezes o tamanho médio de uma baleia azul —, ele não é grande o suficiente para ser considerado uma ameaça ao planeta.

O 2021 GT2 é um asteroide da classe Atena, ou seja, ele orbita o Sol mais de perto do que a Terra a cada 342 dias e, durante este tempo, sua trajetória cruza com o caminho do nosso planeta. Atualmente, mais de 1.800 asteroides deste tipo são conhecidos e alguns deles são potencialmente perigosos.

Após sua passagem em 6 de junho, o 2021 GT2 só passará próximo à Terra em 26 de janeiro de 2034, mas ainda mais longe: a cerca de 14,5 milhões de km de distância. O CNEOS monitora milhares destes objetos, calculando suas atuais trajetórias e futuras.

Um objeto é classificado como próximo à Terra quando ele passa a uma distância menor que 1,3 Unidades Astronômicas (onde cada UA equivale a 149,6 milhões de km). No momento, nenhum asteroide ameaça o planeta, mas os cientistas querem estar preparados se eventualmente um cenário como este surgir.

Em novembro do ano passado, a NASA lançou a missão DART para que uma sonda colida com o asteroide Dimorphos neste ano. O objetivo é testar nossa capacidade de desviar a trajetória de um corpo celeste. O impacto não destruirá o asteroide, mas mudará ligeiramente seu caminho orbital.

Fonte: CNEOS, Via Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.