Algo parece ter dado errado no lançamento do foguete Soyuz, da Rússia

Por Redação | 28 de Novembro de 2017 às 15h46
divulgação

Algo errado parece ter acontecido na manhã de ontem (27), quando o foguete russo Soyuz 2.1b foi lançado, levando consigo alguns satélites que deveriam ter sido posicionados em órbita.
A Roscosmos, a agência espacial russa, publicou uma nota após o lançamento do Soyuz, carregando o satélite para fins de captação de informações meteorológicas, batizado como Meteor-M, explicando que perderam o contato com a cosmonave alguns minutos após o seu lançamento, enquanto o Soyuz parecia estar dentro do funcionamento esperado, se posicionando para liberar os satélites que carregava em suas determinadas órbitas.

"Durante a primeira comunicação com o foguete não foi possível estabelecer a conexão devido à sua ausência na órbita-alvo", disse a nota publicada, explicando que o Soyuz não se encontrava na posição que deveria ocupar para permitir o contato. "Atualmente, a informação está sendo analisada".

Ainda é desconhecida a causa exata da falha, mas as maiores apostas estão em falha humana, devido a possíveis falhas na programação do trajeto do Soyuz.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A cosmonave estava carregando, além do Meteor-M, outros 18 satélites menores consigo, alguns deles de posse dos EUA, que deveriam ser posicionados em órbita mas, ao que tudo indica, foram perdidos para sempre no espaço.

Abaixo você pode assistir a um vídeo que mostra o lançamento do Soyuz até o momento onde ele é perdido de vista nos céus:

Fonte: Mashable

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.