Agência Espacial Europeia vai começar a buscar vida extraterrestre

Por Redação | 23.06.2017 às 08:08

A ESA (Agência Espacial Europeia) aprovou uma nova missão para buscar vidas extraterrestres. O projeto lançará em 2026 um observatório ao espaço profundo para buscar planetas potencialmente habitáveis em outros sistemas estelares, e analisar a possibilidade de ali haver qualquer forma de vida.

Chamada de PLATO, a missão terá como questões fundamentais algumas como “quão comuns são os planetas parecidos com a Terra?” e “nosso sistema solar é incomum, ou até mesmo único?”, tudo com um investimento de vários milhões de euros para poder, eventualmente, detectar a existência de vida em outros planetas.

Após a autorização da missão nesta terça-feira (21), agora ela pode passar pelo período de construção. O projeto foi inicialmente anunciado há três anos com um custo estimado de aproximadamente 600 milhões de euros. A PLATO terá 26 telescópios a bordo e se juntará ao observatório espacial Kepler, da Nasa, que já vem buscando por exoplanetas - ou seja, planetas que orbitam estrelas que não sejam o nosso Sol.

Até agora, o Kepler já detectou mais de 3.400 exoplanetas confirmados, sendo que, destes, 30 estão localizados em zona habitável de seus sistemas, a uma distância em que suas temperaturas superficiais não sejam nem muito quentes, nem muito frias, a ponto de viabilizar a existência de água em estado líquido.

Fonte: AFP