Veja o alinhamento de Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno

Por Redação | 21.07.2016 às 21:05
photo_camera Corbis

No início deste ano foi possível observar o alinhamento de Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno, e agora o fenômeno se repete. A diferença é que a próxima vez que os planetas estarão com esse posicionamento será no dia 8 de setembro de 2040, daqui a 24 anos – então é melhor não perder.

Desde a última quarta-feira (20), os cinco planetas podem ser observados a olho nu durante o pôr do sol ao sudoeste da Terra. O ideal para a observação é um ambiente aberto e sem nuvens, mas mesmo quem mora em grandes cidades, como São Paulo, tem a chance de ver os nossos vizinhos.

Para identificá-los é necessário estar atento ao seu brilho e cor para que não sejam confundidos com estrelas. O primeiro passo é saber que Vênus e Júpiter são os mais brilhantes, e ficam visíveis antes mesmo do sol se esconder. Marte tem um tom avermelhado e Saturno amarelado, e suas intensidades são semelhantes. O principal desafio fica para encontrar Mercúrio, que é o menor planeta do Sistema Solar.

Na tentativa de auxiliar os interessados em identificar os planetas a olho nu, o astrônomo Jason Kendall, da Universidade William Paterson, Estados Unidos, divulgou um truque para que qualquer um saiba diferenciar um planeta de uma estrela: "Feche um dos olhos. Estique o braço e coloque o seu dedo polegar para cima. Lentamente, passe-o de um lado para o outro do planeta ou estrela que você vê no céu. Se a luz se atenuar quando o polegar passar sobre ele, é um planeta. Mas se ela piscar rapidamente é uma estrela", explicou.

Achou complicado? Alguns aplicativos com um verdadeiro mapa do céu estão disponíveis para download, o que pode facilitar a observação. O Sky Map, por exemplo, identifica os corpos celestes para o usuário, que deve apenas apontar o seu smartphone para a área de interesse. Além disso, o app disponibiliza um recurso de busca para que o usuário localize automaticamente o astro desejado.

O Sky Map está disponível para Android e iOS gratuitamente.

Fonte: BBC