Veja como era “fácil” acessar a Internet e enviar um e-mail em 1984

Por Redação | 22 de Março de 2016 às 07h41

Os primeiros estágios da Internet moderna surgiram em meados da década de 1980, quando muitos de nossos leitores sequer haviam nascido. No entanto, tratava-se de uma tecnologia extremamente nova, ainda utilizada apenas por pessoas como militares e cientistas, além de alguns entusiastas da tecnologia “moderna” (para a época).

Hoje em dia temos literalmente na palma de nossas mãos um aparelho capaz de acessar qualquer conteúdo publicado na World Wide Web, bem como conferir e-mail, redes sociais, realizar transações bancárias, assistir a vídeos, ouvir músicas, etc. Mas como será que era acessar a Internet e enviar um simples e-mail em 1984?

Naquele ano, havia um programa de televisão na Inglaterra chamado “Database” apresentado por Jane Ashton, cujo público eram os aficionados por computadores e novos equipamentos tecnológicos. Em um episódio da série, a apresentadora conversou com o casal Green - dois típicos “nerds” da época -, que demonstrou como se conectar ao sistema Prestel e acessar o equivalente à internet da época, bem como enviar uma correspondência virtual, equivalente aos e-mails da atualidade.

Programa Database

Funcionava assim: era preciso utilizar um aparelho telefônico para realizar uma ligação para o computador, utilizando um modem pré-histórico. Quando o computador “atendia” a ligação, o usuário movia um switch do modem para que a conexão fosse, de fato, estabelecida com a rede Prestel.

Programa Database

A confirmação do sucesso da conexão surge com a tela de boas vindas da Micronet, empresa criadora do Micronet 800, uma espécie de “embrião” de um provedor de internet, que oferecia notícias, download de softwares e acesso ao correio eletrônico.

Programa Database

Em determinado momento da transmissão, a apresentadora pergunta à Sra. Green por que o casal decidiu comprar um computador (já que, na época, não era comum ter computadores em casa). A resposta: “Eu sou muito interessada por novas tecnologias e não quis ficar para trás. Não penso que computadores sejam apenas para jovens estudantes, acredito que nós, mais velhos, temos muito a aprender com eles”, explicou a senhora visionária.

Ao ser questionada sobre como utilizava o computador em casa, a Sra. Green disse que o utilizava “para manter registros domésticos, como controle do que tem na geladeira, guardar o número de telefone e o endereço das pessoas”. Ou seja, o computador servia praticamente como um organizador pessoal extremamente caro. Mas a Sra. Green, em seguida, contou à apresentadora do Database que também usava a máquina para escrever suas cartas, “que sempre saem perfeitas agora” - brincou.

Programa Database

A senhora contou, então, que recentemente havia enviado uma carta virtual para seu médico pedindo uma nova receita de seu medicamento, e que ele respondeu informando que a receita já estaria sendo encaminhada ao farmacêutico. Em seguida, ela demonstra o passo a passo do processo de enviar um e-mail pelo sistema Prestel. Em alguns segundos, Jane confirma o recebimento do e-mail e mostra como era possível e simples imprimir a correspondência recebida - coisa que hoje em dia nos parece absurda, mas, para a época, era perfeitamente natural guardar e-mails impressos.

Programa Database

Este vídeo é o símbolo de uma época em que foram dados os primeiros passos para a revolução da informática e para o advento da Internet, acontecimentos que mudaram completa e permanentemente a forma com que vivemos no século XXI.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.