Siga o @canaltech no instagram

Streaming de vídeos da Apple pode ter conteúdos de emissoras como HBO e Showtime

Por Se Hyeon Oh | 21 de Março de 2019 às 22h50
(Imagem: Divulgação/Apple)
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Espera-se que a Apple vá lançar seu streaming de vídeos durante o evento marcado para o dia 25 de março e, além de planejar atrair mais usuários para o seu serviço através de conteúdos originais, informações do mercado indicam que a empresa está tentando fechar parceria com grandes emissoras de TV, como HBO e Showtime, para que seus conteúdos constem no catálogo do novo serviço.

A informação é de que empresa de Cupertino teria negociado os direitos de agrupar os serviços de streaming a partir dos acordos realizados com as empresas de mídia, o que permitirá oferecer pacotes de canais com HBO, Showtime e Starz a um preço menor do que cada serviço custaria de forma independente.

De acordo com o Recode, esse relacionamento da Apple com os canais pode fazer com que a própria Maçã defina o preço a ser cobrado pelos conteúdos. Todavia, o site explica que ela “não deve vender, por exemplo, a HBO, por menos do que a HBO se vende em plataformas rivais como a Roku”. Dessa forma, o mais provável é que sejam oferecidos pacotes de canais por assinatura, assim como as operadoras de TV paga sempre fizeram.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Fornecer acesso com desconto a um grupo de canais daria à empresa de Cupertino uma vantagem sobre a Amazon. A Amazon, como aponta o The Information, permite que os clientes se inscrevam em serviços de streaming como o Showtime por meio de sua conta de usuário, mas os clientes devem pagar o preço total.

A Recode ainda afirma que o serviço da Apple, em tese, não será um concorrente da Netflix ou do Hulu, pois o foco dela está na venda de assinaturas de streaming de vídeo de outras empresas e na redução da transação. Como dito anteriormente, ela está trabalhando também em conteúdos originais, mas os seus programas e filmes originais "devem ser considerados como brindes de luxo e não o produto principal".

A Maçã ainda estaria oferecendo, aos seus parceiros, um modelo de receita semelhante ao da Amazon, que mantém de 30% a 50% sobre o valor arrecadado na assinatura, mas sem entregar tantos acessos quanto ela. Ainda assim, o The Information diz que os editores acharam a proposta atraente pelo fato de a Apple possuir uma base enorme de clientes que podem aderir ao serviço.

Muito provavelmente, as mídias audiovisuais disponíveis por streaming poderão ser acessadas por meio do aplicativo de TV disponível no Apple TV, iPhone e iPad. Até o momento, não há nenhuma confirmação sobre quais canais a Apple incluirá em seu pacotes, mas é especulado que ela tenha firmado acordos com 15 parceiros, incluindo serviços digitais como Cheddar e Tastemade e canais de TV como o Showtime e Starz.

Fonte: Mac Rumors

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.