SpaceX planeja relançar foguete espacial até o final do ano

Por Redação | 08 de Junho de 2016 às 13h35
Tudo sobre

SpaceX

Um dos principais empecilhos para a exploração comercial do espaço são os altos custos envolvidos, uma vez que todas as naves são destruídas no retorno à Terra. Mas este não é o caso da SpaceX, que após obter sucesso em pousar com seu foguete Falcon 9, em janeiro, pretende colocá-lo novamente para voar entre setembro e outubro deste ano.

Esta seria a primeira vez em que uma nave do tipo seria reutilizada, protagonizando mais de uma viagem ao espaço. A ideia, de acordo com o presidente e fundador da companhia Elon Musk, é que os testes aconteçam antes do final do ano, de forma que, em 2017, mais desenvolvimentos na tecnologia sejam feitos para viabilizar as viagens comerciais, seja para reabastecimento de estações ou turismo espacial.

Os planos são ambiciosos. A ideia é não apenas cortar os custos com a utilização dos mesmos foguetes mais de uma vez, mas também chegar a um intervalo de apenas algumas semanas entre um lançamento e outro. Na visão da SpaceX, essa é a forma mais efetiva de realizar a exploração comercial do espaço do ponto de vista dos custos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Hoje, a companhia de Musk, que também é o fundador da montadora de carros elétricos Tesla Motors, já trabalha ao lado de agências espaciais na entrega de suprimentos em estações e também fornecendo foguetes que levam satélites ao espaço. Entretanto, apenas recentemente ela conseguiu fazer com que tais aeronaves voltassem sem danos à Terra, no que, para a companhia, foi o seu maior avanço até agora.

Daqui em diante, o cronograma é ainda mais ambicioso. Musk e sua SpaceX trabalham, simultaneamente, em uma missão rumo a Marte, com previsão de lançamento para até 2026, levando humanos ao Planeta Vermelho e, possivelmente, deixando para trás até mesmo órgãos federais de exploração espacial que também trabalham nessa empreitada.

Fonte: Elon Musk (Twitter)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.