Sons de Marte serão capturados com o novo rover da NASA

Por Redação | 15 de Julho de 2016 às 19h06

A NASA anunciou nesta sexta-feira (15), que em breve Marte ganhará mais um habitante. Para além do rover Curiosity, que chegou ao planeta vermelho em 2012 para procurar evidências sobre vida marciana, a agência revelou que o próximo robô, o Mars 2020, já está sendo construído e que deverá aterrissar em solo marciano em 2021.

Se tudo correr como planejado, o novo rover será utilizado para explorar e coletar dados sobre uma área de Marte que pode ter sido favorável à vida microbiana. Para quem não sabe, o Curiosity encontrou evidências em uma região de que, há 3 bilhões de anos, havia rios e lagos.

Seguindo o caminho da descoberta, a NASA utilizará o robô que está sendo construído para recolher amostras do solo e de rochas do planeta vizinho. Geoffrey Yoder, um dos administradores das missões científicas da agência espacial, considera a chegada do Mars 2020 como um "marco significativo" para, finalmente, determinar se já existiu vida em Marte.

Mars 2020

Além disso, a missão também tem como objetivo fazer algumas medições. De acordo com Yoder, a exploração auxiliará os planos de enviar humanos a Marte. Dessa forma, o rover funcionará de forma semelhante ao seu antecessor, Curiosity, mas terá novos recursos que permitirão completar "a primeira investigação sobre a utilização e disponibilidade de recursos de Marte, incluindo oxigênio, em preparação para missões humanas", disse a NASA.

Outro ponto interessante do Mars 2020, é que ele terá algumas ferramentas diferentes, como sensores meteorológicos e radares para compreender as formações geológicas do solo marciano. Mas a grande novidade serão seus microfones de alta sensibilidade integrados, que permitirão, pela primeira vez na história, a captura dos sons de Marte.

Fonte: CNET, Sapotek

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.