Pesquisadores usam computador para criar obra de arte ao estilo Rembrandt

Por Redação | 07 de Abril de 2016 às 13h40

Um grupo de pesquisadores da Microsoft e da Universidade de Delft criaram, por meio de pontos de dados e impressão 3D, uma obra de arte com estilo e características similares ao do famoso pintor holandês Rembrandt. Para que o resultado fosse conquistado, foram necessárias muitas horas de análises de 346 obras de arte do pintor, que viveu no século XVII. O projeto, que mistura arte e tecnologia, demorou 18 meses para ser concluído.

Após as análises, os pesquisadores conseguiram definir quais eram as características utilizadas por Rembrandt, como posições, trajes típico e características faciais. Em consenso, foi determinado que a nova obra deveria ser um "homem branco com barba, com idade entre 30 e 40 anos, vestindo roupas escuras, de gola, chapéu e com o rosto para o lado direito", segundo informa o vídeo sobre a obra.

Quadro Rembrandt

Com a ideia definida, a produção da arte teve influência de uma grande base de dados estatísticos e de algoritmos da técnica de Rembrandt. Os pesquisadores também foram detalhistas ao analisar características como inclinação da cabeça e traços únicos do globo ocular utilizado pelo pintor holandês. Um mapa de altura foi utilizado para que a pintura fosse elaborada por meio da impressão 3D. Assim, foi possível preservar o efeito visual que o relevo e a textura da tinta produzem em um quadro.

O resultado obtido é impressionante. Os traços são muito similares aos utilizados pelo pintor. Além de uma bela homenagem ao artista, a pintura, de 70 x 55 cm, mostra que a análise de dados não serve somente para experimentos em laboratórios ou no mundo dos negócios.

Fonte: Gizmodo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.