Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (12/09/2020)

Por Laísa Trojaike | 12 de Setembro de 2020 às 19h30
Sony Pictures

A gente entrou no clima da aleatoriedade dos acontecimentos e fez uma lista de melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online bem louca esta semana, com títulos que tem nada a ver um com o outro, ou seja, tem opção para todos, um leque bem amplo de gêneros que vão de filme família a série sobre bastidores de série e um bocado de ação, como (quase) sempre.

Nesta semana, até as opções mais cults da lista (que a gente sempre traz para quem quer algo menos pop) são mais conhecidas pelas referências feitas a elas na cultura pop, então é ganhar-ou-ganhar para todo mundo. De resto, temos filmes para quem tem desejo de sangue, um bocado de tiro, porrada e bomba; para quem quer algo mais calminho, também temos aventura para toda a família e uma comédia bem levinha para nos fazer rever conceitos.

Ficou curioso para saber que filmes e séries são esses? Então dá uma olhada nas nossas dicas do que assistir online neste final de semana. Para facilitar ainda mais a sua vida, o Canaltech sempre acrescenta trailer e uma pequena descrição de cada produção, além de incluir os links para os serviços em que elas estão disponíveis, assim o seu trabalho é basicamente apenas apertar o play. Veja quais te agradam, prepare a sala, reúna toda a família e divirta-se!

10. A Divisão

Claro que a gente assiste um monte de série gringa e estamos acostumados com os atores, a linguagem e o estilo, mas às vezes é bom dar uma pausa e ver o que estamos produzindo por aqui, já que o Brasil tem temas de sobra para fazer muitas e muitas séries empolgantes. A série A Divisão original Globoplay, é uma série de ação policial lançada ano passado e que agora chegou à sua segunda temporada. A direção é de Vicente Amorim, de Corações Sujos (2011), e Rodrigo Monte, mais conhecido por seu trabalho como cinefotógrafo em filmes como A Mulher Invisível (2009).

Baseada em acontecimentos reais, A Divisão é ambientada no Rio de Janeiro dos anos 1990, quando uma onda de sequestros chamou a atenção, sobretudo ao envolver pessoas de poder aquisitivo elevado. Diante dessa situação e da pressão para resolver o problema, as forças de segurança se viram obrigadas a contar com a ajuda de agentes de fama controversa para salvar a cidade dos bandidos e, também, da polícia. Um misto de denúncia e heroísmo, a série tem sido bastante bem recebida e sempre é bom ver algo que se aproxima mais da nossa realidade.

A Divisão já tem as duas temporadas disponíveis para streaming no Globoplay.

Leia também:

9. A Cor Púrpura

Lançado em 1985, é mais provável que as gerações mais novas conheçam A Cor Púrpura pelas inúmeras citações (e até um runaway) do filme em RuPaul’s Drag Race. O reconhecimento não é a toa: A Cor Púrpura é baseado no elogiadíssimo livro de Alice Walker e conta com duas das maiores representatividades femininas negras da história da TV e do cinema estadunidense: as musas Whoopi Goldberg e Oprah Winfrey. Apesar de o reality show mostrar tudo com muito glamour e alegria, este não é um filme leve. Prepare o lençol, porque lá vem lágrimas (de alegria e de tristeza).

O conteúdo pesadíssimo de A Cor Púrpura foi trabalhado com uma sensibilidade e beleza tremendas nas mãos de Steven Spielberg, que cria um épico dramático que nos atinge direto no coração. Embora não tenha levado estatuetas para casa, o filme foi indicado a 11 categorias do Oscar e, hoje, é bem mais nítido que o filme merecia algumas das premiações mais do que os outros filmes que foram premiados, já que A Cor Púrpura não envelheceu e continua sendo uma escolha certeira para quem quer assistir um excelente drama que nos marca para sempre. Sim, é bom nesse nível mesmo.

A Cor Púrpura pode ser assitido pelos assinantes do Globo Play, além de estar disponível para aluguel ou compra na iTunes e na Play Store.

Leia também:

8. Westworld: Onde Ninguém tem Alma

A série? Não. O filme. Antes do sucesso seriado da HBO, existiu o filme de 1973 escrito e dirigido por Michael Crichton, roteirista de outros títulos incríveis como Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros (1993) e o icônico Twister (1996). Com um título muito mais badass que a série — pausa para elogiar os títulos dos faroestes das antigas —, Westworld: Onde Ninguém tem Alma ainda é estrelado por Yul Brynner, que esteve em outros dos maiores clássicos do cinema, como Os Dez Mandamentos (1956) e Sete Homens e Um Destino (1960).

Quer mais motivos para assistir, além de Westworld? John Carpenter, criador de Halloween: A Noite do Terror (1978), baseou a natureza indestrutível do Michael Myers no personagem de Yul Brynner. A interpretação dele influenciou também Arnold Schwarzenegger, que se baseou no seu personagem em Westworld: Onde Ninguém tem Alma para criar seu icônico T-800 em O Exterminador do Futuro (1984).

Não sabia que uma das suas séries favoritas tinha vindo daí? Então aproveita para assistir esse clássico no HBO GO.

Leia também:

7. Prime Rewind: Inside The Boys

Gostou tanto da série The Boys que quer saber mais sobre? A Amazon está investindo também nos materiais sobre bastidores e trouxe a série Prime Rewind: Inside The Boys, um talk show sobre a segunda temporada da série The Boys, com Aisha Tyler como host. O programa inclui entrevistas com Karl Urban (Billy Butcher), Jack Quaid (Hughie Campbell), Antony Starr (Capitão Pátria), Erin Moriarty (Starlight), Laz Alonso (mão do Milk), Chace Crawford (The Deep), Jessie T. Usher (A-Train), Karen Fukuhara (Kimiko Miyashiro) e com o showrunner Eric Kripke.

Além das declarações, a série traz ainda curiosidades sobre os bastidores e toda sorte de coisas que a gente nem imagina que acontece no processo de feitura de filmes e séries. Mas cuidado! A série é voltada, claro, para quem já assistiu The Boys e, por isso, está repleta de spoilers. O que não tem agradado alguns fãs estadunidenses, no entanto, é como eles invocam o subtexto político da série nos comentários e isso pode ser um ponto negativo para alguns e positivo para outros. Fica a seu critério.

Original Amazon, Prime Rewind: Inside The Boys está disponível para os assinantes do Amazon Prime Video.

Leia também: Crítica | 2ª temporada de The Boys confirma ótimo timing para adaptação

6. O Protetor

O cineasta Antoine Fuqua marcou seu nome com Dia de Treinamento (2001), que rendeu o único Oscar (das oito vezes em que foi indicado) de Denzel Washington. A dupla retornou em 2014 com O Protetor e colocou o personagem Robert McCall de Washington no hall de principais personagens de ação contemporâneos, rendendo inclusive uma sequência, O Protetor 2 (2018).

A ação, aqui, é bem menos absurda (para quem está mais habituado com a geração John Wick) e lembra mais os brucutus sérios de bom coração de antigamente. Na trama, Washington interpreta um homem que pensa ter deixado seu passado misterioso para trás, mas que se vê forçado a voltar à ação quando conhecer uma jovem (Chloë Grace Moretz), que está sob o controle de gângsteres russos ultraviolentos. Tem até um gostinho de O Profissional (1994), né?

O Protetor está nos catálogos da Netflix, do Telecine e do Globoplay, além de poder ser comprado ou alugado na Play Store, no Looke, na Microsoft Store e na iTunes.

Leia também:

5. Alma da Festa

Um pouco de comédia em meio a desgraça do fim do mundo sempre faz bem, não é? E é por isso que Alma da Festa é uma das escolhas da semana, uma comédia estrelada pela maravilhosa Melissa McCarthy, que também assina o roteiro ao lado do diretor, Ben Falcone, de Tammy: Fora de Controle (2014), também protagonizado por McCarthy.

A trama quebra diversos estereótipos e lembra um pouco o “clássico” De volta às aulas (1986), inúmeras vezes reprisado na TV aberta aqui no Brasil. Alma da Festa fala sobre assuntos sensíveis através do humor provocado pelo choque de uma mulher mais velha que se liberta de muitas coisas ao entrar na faculdade e começar a participar daquelas atividades que, diz o preconceito, só podem ser praticadas por jovens adultos. Com uma mensagem de “nunca é tarde para começar”, Alma da Festa diverte ensinando, ou seja, é uma comédia nada cult para assistir sem peso na consciência.

Alma da Festa está no catálogo do Telecine, pode ser comprado na iTunes ou, ainda, pode ser comprado ou alugado na Play Store e na Microsoft Store.

Leia também:

4. Dora e a Cidade Perdida

O live-action de Dora, a Aventureira chegou aos cinemas no final do ano passado e talvez tivesse ganhado mais destaque se realmente tivesse sido dirigido pelo rei das explosões, Michael Bay. Mas essa é uma aventura família e não um filme de ação, então a escolha de James Bobin, de Os Muppets (2011), pareceu bem mais acertada.

Isabela Merced foi a escolhida para interpretar Dora e divide o elenco com nomes como Benicio Del Toro, Eva Longoria e Michael Peña. Em Dora e a Cidade Perdida, a exploradora adolescente precisa embarcar em uma aventura para salvar seus pais e descobrir o mistério por trás de uma antiga e perdida cidade de ouro. O filme foi bastante bem recebido pela crítica e pelo público, então é uma ótima opção para ver em família e, como muitos fãs do desenho animado ainda não viram, essa é também uma opção talvez inédita em um ano com poucas estreias.

Dora e a Cidade Perdida pode ser assistido pelos assinantes do Telecine, além de estar disponível apenas para compra na iTunes, na Play Store e na Microsoft Store.

Leia também: Os 10 melhores filmes da Disney para assistir no Prime Video

3. Looper: Assassinos do Futuro

Gosta de viagem no tempo e de filmes de ação? Então coloque Looper: Assassinos do Futuro na sua lista de filmes para assistir. Escrito e dirigido por Rian Johnson, de Entre Facas e Segredos (2019) e de Star Wars: Os Últimos Jedi (2017), essa ficção científica chamou bastante a atenção pela maquiagem que fez de Joseph Gordon-Levitt a versão jovem do personagem de Bruce Willis.

Na trama, o jovem Joe vive uma vida tranquila executando pessoas que são enviadas do futuro, mas tudo fica bizarro quando a pessoa que ele precisa matar é ele mesmo, um Joe bem mais velho. Com muita ação, o filme ainda nos faz refletir sobre as versões de nós mesmos em diferentes idades e com objetivos distintos. Vale lembrar ainda que, quando se trata de viagem no tempo, alterar o passado do seu eu é sempre um risco para o eu do futuro, então a treta é grande.

Looper: Assassinos do Futuro está nos catálogos do Claro Video, do Amazon Prime Video e do HBO GO, mas também pode ser comprado ou alugado na Play Store.

Leia também:

2. Halloween

Halloween: A Noite do Terror (1978) é um marco do cinema de terror e foi um dos títulos que colocaram o nome de John Carpenter no panteão dos mestres do gênero. Enquanto muitos fãs achavam que esse era um clássico no qual ninguém deveria tocar, sobretudo após o odiado Halloween: O Início (2007) de Rob Zombie, a Blumhouse chegou metendo o pé na porta com Halloween, que deu início a uma nova trilogia e que promete ficar ainda mais violenta a cada capítulo.

Dirigido por David Gordon Green, o novo filme não só faz jus ao clássico de 1978, mas se apropria de diversos dos melhores momentos do primeiro filme para contar a revanche de Laurie Strode, novamente interpretada pela maravilhosa Jamie Lee Curtis. As mortes são de causar agonia e esse Michael Myers mais velho não está interessado em perder tempo, matando quase todos que cruzam o seu caminho. Essa é a escolha ideal para quem quer ver um terror muito bem atualizado, tenso e de qualidade.

Halloween entrou para o catálogo do Amazon Prime Video, além de estar disponível para a compra na Play Store, na iTunes e no Looke.

Leia também:

1. Bloodshot

Não só de produções Marvel vive o universo de super-heróis e, para os fãs de Vin Diesel, Bloodshot foi um belo presente, que, embora não tenha sido bem recebido pela crítica dos EUA, fez um certo sucesso junto a audiência não especializada. Bloodshot foi o filme de estreia de Dave Wilson, mais conhecido por seu trabalho no setor de efeitos visuais de filmes como Vingadores: Era de Ultron e jogos, muitos jogos, o que diz muito sobre certos aspectos do filme.

Como explicou Claudio Yuge aqui no Canaltech, o filme faz uma “espécie de ‘amálgama’ de todas as versões do personagem, desde sua criação em 1992” e tem excelentes cenas de ação com efeitos visuais incríveis e que demonstram o potencial do poder do super-herói da Valiant Comics. Como Bloodshot chegou aos cinemas em março deste ano, logo no início da pandemia por aqui, o título continua sendo uma opção bem fresquinha para quem está à procura de novidades.

Bloodshot chegou ao HBO GO, pode ser alugado ou comprado na Play Store ou apenas comprado na iTunes, na Microsoft Store ou no Looke.

Leia também:

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.