Nova missão da NASA se prepara para chegar ao cometa Bennu

Por Redação | 28.07.2016 às 09:48

Após chegar ao Cabo Canaveral no dia 7 de junho, a sonda Origins, Spectral Interpretation, Resource Identification, Security-Regolith Explorer (OSIRIS-REx) da NASA está se preparando para, no dia 8 de setembro, iniciar sua viagem ao asteroide Bennu. O objetivo da missão é procurar estruturas e vestígios de vida, já que muitos pesquisadores acreditam que os ingredientes necessários para sua criação foram trazidos para a Terra por meio de asteroides e cometas que se chocaram contra o planeta.

A missão

A missão faz parte do projeto da NASA chamado de Programa Novas Fronteiras. Após o lançamento em setembro, a nave espacial levará aproximadamente 2 anos para chegar até o asteroide e começar os experimentos. Para realizar os procedimentos de mapeamento da superfície e reconhecimento do local, a sonda levará mais dois anos, e só em 2020 começará de fato as operações de amostragem. Finalmente, em 2023, a OSIRIS-REx estará de volta ao no nosso planeta com as amostras e todos os dados coletados.

Para encontrar esses elementos no asteroide, a sonda vai levar equipamentos que servirão para mapear a luz refletida pelo cometa e assim identificar diferentes tipos de moléculas. Esses sensores vão permitir aos cientistas identificar diferentes materiais orgânicos e moléculas de água e escolher o melhor local para coletar as amostras.

“O OVIRS (OSIRIS Visible e Infrared Spectormeter) é a ferramenta chave para nossa busca por elementos orgânicos no Bennu”, disse o pesquisador principal da missão na Universidade do Arizona, Dante Lauretta, em um comunicado. “Especificamente, vamos contar com ele para encontrar áreas ricas em moléculas orgânicas e para identificar possíveis locais de amostra de alto valor para ciência, assim como estudar a composição geral do asteroide”.

Via: CNet