Netflix vai lançar na Índia plano mais barato e exclusivamente mobile

Por Wagner Wakka | 18 de Julho de 2019 às 12h13
Tudo sobre

Netflix

Saiba tudo sobre Netflix

Ver mais

A Netflix confirmou que está lançando um plano mais barato, direcionado apenas para uso em dispositivos mobile. A informação foi confirmada pelo CEO da companhia, Reed Hastings, em carta aos acionistas. De acordo com o executivo, a medida deve ser lançada somente na Índia para aumentar a base instalada do serviço por lá:

“Depois de vários meses de testes, nós decidimos lançar um plano mais barato e somente mobile na Índia para complementar nosso planos existentes. Nós acreditamos que este plano, que será lançado no terceiro trimestre, será uma forma efetiva de introduzir a Netflix para um grande número de pessoas no país e, posteriormente, expandir nossos negócios em um mercado no qual a TV paga da ARPU é barata (abaixo de US$ 5)”.

Atualmente, o serviço da Netflix no país custa o equivalente a US$ 6,54 (perto de R$ 25) no plano mais barato. O teste da companhia foi de jogar o preço para metade disso com US$ 3,50 (aproximadamente R$ 13).

A empresa também já teria testado a proposta em outros mercados, como o da Malásia. Lá, usuários também teriam acesso ao catálogo do serviço apenas por smartphones e tablets ao preço equivalente a R$ 15.

A medida também posicionaria a Netflix como um dos serviços mais baratos de streaming. Na Índia, os planos de concorrentes como Hostar e Amazon Prime Video saem por US$ 14,50 (perto de R$ 55) nas versões mais baratas.

Queda

O recado vem no relatório logo após a indicação de que o reajuste no valor das assinaturas teria afastado usuários da plataforma. No segundo semestre deste ano, mais de 2 milhões de usuários deixaram de assinar o serviço. Junto com a alta do preço, também faltou novos produtos fortes para impulsionar os usuários a assinarem ou permanecerem na plataforma.

Em termos de preço houve aumento nos Estados Unidos, Europa e Brasil. Por aqui, o plano básico passou de R$ 19,90 para R$ 21,90 mensais, enquanto a assinatura premium saltou de R$ 37,90 para R$ 45,90.

O resultado financeiro da companhia foi de US$ 4,92 bilhões (R$ 18,5 bilhões) em receita.

Fonte: Netflix

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.