Netflix testa reprodução automática de trailers

Por Redação | 26.02.2016 às 12:20

A Netflix anunciou durante a Mobile World Congress 2016 que está testando uma nova forma de integrar trailers de maneira satisfatória à experiência de uso da plataforma de streaming. De acordo com Joris Evers, o vice-presidente de comunicação da empresa na Europa, a ideia é que o usuário comece a ver um trailer sempre que pare sobre algum título presente no catálogo.

Segundo o executivo comentou com o Business Insider, a intenção é fazer com que as pessoas percam menos tempo escolhendo e possam ter uma amostra do título. O objetivo final é um tanto ambicioso: oferecer imagens em movimento sempre que a televisão estiver ligada. “Nós pegamos coisas com as quais as pessoas estão acostumadas da TV clássica e as usamos para melhorar a TV na internet, com o espectador no controle do que quer ver, quando quer ver e em qualquer dispositivo”.

Para que a aposta dê certo, a Netflix experimenta trailers mais curtos do que os que aparecem em comerciais de televisão — estes normalmente duram cerca de dois minutos. A escolha é óbvia, afinal os assinantes do serviço de streaming provavelmente assistirão a alguns trailers antes de tomar uma decisão. Neste momento, a novidade já está disponível para cerca de 300 mil usuários.

Esforço hercúleo

Oferecer trailers desta maneira pode parecer simples, mas não é. Tanto que a Netflix reuniu uma equipe dentro da divisão que cria a sinopse de cada título para desenvolver este recurso da melhor maneira possível. A tarefa é descrita como um “esforço hercúleo”, referência ao semideus grego Hércules, famoso por sua força extrema e por ter realizado 12 trabalhos quase irrealizáveis.

Tanto cuidado é também bastante compreensível, pois o trailer exibido na plataforma não será o vídeo oficial revelado pela produtora de um filme. Assim, é preciso estar atento para não revelar nenhum detalhe crucial da trama.

[Alerta de spoiler] “Você não quer ver Bryan Cranston [o protagonista de Braking Bad] morrendo”, comenta Evers. Como tudo ainda está em fase de teste, não há previsão de quando o novo recurso chega a todos os assinantes do serviço de streaming mais famoso do mundo.

Fonte: Business Insider