Netflix tem mais audiência que YouTube, Hulu e Amazon juntos

Por Redação | 06.07.2017 às 12:27

Uma pesquisa realizada pela ComScore revelou que, pelo menos nos Estados Unidos, a Netflix tem mais audiência do que a união de suas três maiores concorrentes: YouTube, Hulu e Amazon Prime Video, nessa ordem. A companhia ficou com 40% do total de horas consumidas pelos norte-americanos em serviços de streaming.

O total é mais do que o dobro registrado por seu maior concorrente, o YouTube, que registrou 18% de market share. Em terceiro lugar ficou o Hulu, plataforma especializada em séries, com 14%; e, por fim, o Amazon Prime Video. O serviço de Jeff Bezos ficou com 7% da audiência total nos EUA.

São dados que mostram não apenas uma mudança nos hábitos de consumo, mas que também justificam a grande quantidade de produções originais liberadas pela Netflix. De acordo com o estudo, os assinantes passam cerca de 1h40 por dia assistindo a conteúdos na plataforma, com ela se tornando parte do cotidiano dos usuários.

Isso se prova também quando se percebe o crescimento vertiginoso na adoção de serviços de streaming. Os dados da ComScore mostram que mais de metade das casas americanas, mais especificamente 54% delas, possuem pelo menos uma assinatura de plataformas do tipo, seja a Netflix, Amazon Prime ou o YouTube Red, apenas para citar os exemplos mais comuns.

Enquanto isso, na mesma medida, caem os clientes da TV por assinatura, com os usuários enxergando o streaming como uma alternativa legítima. O horário nobre da Netflix, Amazon, YouTube e outros, ou seja, o momento em que há maior quantidade de espectadores simultâneos, é das 20h às 23h, não coincidentemente o mesmo das emissoras tradicionais, o que mostra uma substituição clara.

A ComScore ainda destaca as alternativas digitais até mesmo para a transmissão de grandes eventos. É o caso, por exemplo, dos jogos da NFL, que chegaram a ser exibidos pelo Twitter e agora estão nas mãos da Amazon, ou até mesmo o discurso de posse do presidente Donald Trump, também disponíveis, na íntegra e ao vivo, pela rede social do passarinho.

O levantamento da ComScore levou em conta 150 mil dispositivos, entre televisores inteligentes, smartphones, PCs e outros, em 12,5 mil lares americanos.

Fonte: ComScore