Netflix não integrará serviço de streaming da Apple, diz CEO

Por Felipe Ribeiro | 19 de Março de 2019 às 11h29
Netflix
Tudo sobre

Netflix

Saiba tudo sobre Netflix

Ver mais

O serviço de streaming da Apple, que será lançado em breve, já conta com a parcerias de redes importantes nos Estados Unidos, como a CBS e a Starz, além de séries que eventualmente tiveram aporte financeiro da Maçã. Isso, porém, não parece ter seduzido a Netflix. Em entrevista ao BGR, o CEO da empresa, Reed Hastings, disse que não veremos conteúdo da gigante dos streamings no serviço da Apple. "Queremos que as pessoas assistam ao nosso conteúdo em nossos serviços, por isso optamos em não nos integrarmos [ao serviço da Apple]".

A notícia, ao menos, não parece ter surpreendido muita gente, mas mostra que vai ser cada vez mais difícil para empresas que reinam absolutas nesse setor, como a própria Netflix e a Amazon, manterem seus clientes com um número maior de opções chegando, tendo em vista a entrada da Apple — e, no final deste ano, da Disney — no mercado. Sem mencionar outros, como o serviço de streaming da Warner.

O braço direito de Hastings, Ted Sarandos, foi menos comedido que seu chefe nos comentários sobre o que a Apple está planejando. De acordo com o site Deadline, Sarandos observou que "nós temos competido com 500 canais de TV a cabo e penetrado em quase todos os lares do mundo por um longo tempo", acrescentando que as novas chegadas de streaming "vêm tarde demais".

Mais diplomático, o CEO da Netflix manteve sua linha usual em comentários sobre a concorrência no mercado de streaming de vídeo, colocando todos 'no mesmo barco'. "Sempre tivemos grandes concorrentes", disse Hastings a repórteres na segunda-feira (18). “Temos competido com a Amazon em streaming de vídeo. Estas são empresas incríveis, grandes e bem financiadas, com esforços muito significativos. Mas você faz o seu melhor trabalho quando tem grandes competidores", completa.

O timing desses comentários é interessante, já que o evento de mídia da Apple é daqui a uma semana. E embora os detalhes tenham sido escassos sobre os planos da Apple — como o serviço funcionará, por exemplo —, sabemos que a Maçã já começou a montar uma equipe que ajudará a colocar os novos shows da empresa na disputa por Oscars e Emmys.

Fonte: BGR , Deadline

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.