Netflix exibe versão cortada do final de Lost

Por Redação | 11.01.2016 às 09:15
photo_camera Divulgação

Seis anos depois de chegar ao fim e deixar muita gente decepcionada, o final de “Lost” ainda continua dando o que falar. A série está disponível já há algum tempo na Netflix e, para estranheza dos fãs, aparece com uma versão cortada de seu episódio final, trazendo 18 minutos a menos que os originais 104 minutos exibidos na TV norte-americana em maio de 2010.

A mudança chegou até mesmo aos ouvidos de um dos criadores do seriado, o roteirista Damon Lindelof, que em declarações afirmou que a mudança é inexplicável. Por diversas vezes ele chegou a reconhecer que o encerramento de “Lost” esteve abaixo do que era esperado por muitos fãs, mas “ame-o ou odeie-o, esse é o final definitivo”, completou.

Por outro lado, Lindelof disse acreditar que não se trataria de um erro da própria Netflix, uma hipótese que acabou confirmada pelo próprio serviço de streaming. De acordo com a empresa, um problema na disponibilização do material pela rede de TV norte-americana ABC acabou motivando a disponibilização de uma versão editada no ar, criada pela emissora para reprises de forma a comportar intervalos comerciais. A companhia disse já estar trabalhando para substituir o capítulo e disponibilizar o corte original para seus assinantes.

O mais estranho é que, nas palavras de alguns usuários, a versão original do fim de “Lost” esteve disponível por meses na plataforma antes de algum tipo de mudança que o acabou substituindo por uma versão cortada. Originalmente, o episódio que encerrou o seriado foi exibido como um evento especial da televisão norte-americana, com quase duas horas de duração – contando os intervalos comerciais –, o dobro que os capítulos usuais.

Fonte: Entertainment Weekly