Netflix é a empresa de streaming que mais investe em conteúdo original

Por Redação | 09 de Outubro de 2017 às 12h19

A Netflix não é somente a empresa de streaming com mais usuários no mundo – é também a que mais investe em conteúdo original. De acordo com dados da própria companhia, somente em 2017, US$ 6 bilhões serão aplicados na produção de filmes e séries originais, com expectativa de aumento nesse total ano após ano.

O montante coloca a Netflix à frente de sua principal rival, a Amazon, que em 2017 deve investir US$ 4,5 bilhões em iniciativas desse tipo. A gigante do streaming também ultrapassa mais do que no dobro o total investido por Hulu e HBO, que devem desembolsar US$ 2,5 bilhões cada para bancar seus próprios produtos.

Gastos desse tamanho correspondem, claro, a uma dinâmica agressiva para conquista dos usuários. Quem é assinante da Netflix sabe que a estreia de conteúdos originais é praticamente semanal, com filmes e séries inéditas estreando o tempo todo. Isso sem falar em grandes nomes como Stranger Things, Orange is the New Black, House of Cards e os shows baseados em personagens da Marvel, que são os maiores destaques da lista de produções originais.

Os reflexos disso, entretanto, também são claros. Com um investimento maior em séries e filmes próprios, reduz-se a quantidade de dinheiro aplicada em licenciamento, o que causa uma diminuição no número de ofertas disponíveis pelas mãos de outras produtoras. Não é como se houvesse pouco o que assistir, mas perde-se em variação.

O investimento cada vez maior em produções originais, aliado à boa recepção do público a esses shows, também acaba levando a um aumento nas assinaturas. Na última semana, a Netflix anunciou um novo aumento no preço das mensalidades de dois de seus três pacotes de assinaturas nos Estados Unidos, mantendo os valores inalterados, apenas, do mais barato, que custa US$ 7,99 por mês e não traz opções em alta definição, sendo considerado a porta de entrada dos usuários e um ponto de conversão.

Isso também se reflete no Brasil. Em junho, a Netflix anunciou um aumento, também, em dois de seus três pacotes de acesso. Somente o plano básico, sem transmissão em HD nem telas múltiplas, permaneceu na casa dos R$ 19,90, enquanto a versão padrão subiu para R$ 27,90 e a opção Premium, que habilita o conteúdo em 4K, agora custa R$ 37,90.

Em compensação, o mês de outubro também traz a estreia de séries de renome do catálogo da empresa. A nova temporada de Stranger Things chega em 27 de outubro, enquanto, no primeiro dia do mês, Gravity Falls também ganhou novos episódios. Outros nomes de destaque entre os originais são Mindhunter e Dinastia, além de transmissões de Designated Survivor, em parceria com a ABC e capítulos liberados semanalmente.

Fonte: Recode

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!