Netflix confirma reajuste de preço e promete mais conteúdo próprio neste ano

Por Redação | 19 de Abril de 2016 às 11h30

A Netflix acabou de confirmar sua decisão de aumentar o valor da assinatura do serviço de streaming em todo o mundo. A empresa revelou que a mudança será gradual e começará a partir de maio, mas será aplicada primeiro aos usuários mais recentes que ainda pagam o preço antigo, atingindo, portanto, os usuários mais antigos posteriormente. O valor do possível aumento ainda não foi citado publicamente.

De acordo com a própria Netflix, a decisão vem num momento de necessidade: a empresa quer investir mais em conteúdo próprio e exclusivo, além de poder fechar contratos melhores com outras produtoras e fazer tudo isso sem sangrar dinheiro como vinha acontecendo nos últimos meses. Não depender de filmes e seriados de terceiros parece ter sido uma das mais ambiciosas empreitadas do serviço, que só em 2015 lançou mais de 320 horas de filmes e séries exclusivas na plataforma.

Com algumas séries já em produção e muitas delas sendo sucesso de crítica, a companhia deve passar a investir também nos filmes produzidos por ela mesma, algo que não costuma fazer com tanta frequência. Se a empresa perceber que os usuários têm gostado dos investimentos em longas-metragens exclusivos, o valor destinado à esse tipo de conteúdo também deve subir.

A novidade é realmente muito boa para aqueles que gostam dos títulos produzidos pela companhia, tanto que mais obras estão a caminho. War Machine, uma comédia estrelada pelo ator Brad Pitt, deve ser lançado no segundo semestre deste ano, e em 2017 veremos Bright, um filme de ação com Will Smith no elenco principal. Outros formatos de entretenimento também serão adicionados ao catálogo, já que a empresa já confirmou estar planejando um talk show com a comediante Chelsea Handler ainda neste ano. O programa será gravado com a presença de um auditório, muito provavelmente nos EUA, e terá episódios novos lançados três vezes por semana.

Por fim, o serviço informou que produções não americanas e infantis também fazem parte dos seus planos.

Não houve qualquer pronunciamento sobre de quanto será o reajuste na mensalidade. Então o jeito é esperar.

Via: Slashgear