Netflix compra direitos do novo filme de Martin Scorsese com Robert De Niro

Por Redação | 22.02.2017 às 18:02

A Netflix comprou os direitos de distribuição do próximo filme de Martin Scorsesse, The Irishman. Originalmente, os direitos do longa eram da Paramount Pictures, mas agora o serviço de streaming terá a honra de lançá-lo para os seus mais de 90 milhões de assinantes em todo o mundo.

O filme de gângsteres é baseado em um best-seller sobre um assassino da máfia que alegou ter participado do lendário desaparecimento do líder sindical norte-americano Jimmy Hoffa. A produção vai reunir o cineasta com um elenco de peso, incluindo grandes nomes como Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci.

A Paramount distribuiu os últimos quatro filmes de Scorsese, três dos quais foram grandes sucessos de arredação: Ilha do Medo (US $ 294 milhões mundialmente), A Invenção de Hugo Cabret (US $ 185 milhões mundialmente) e O Lobo de Wall Street (US $ 392 milhões mundialmente).

No entanto, seu último projeto, Silêncio, custou cerca de US$ 40 milhões para ser produzido e arrecadou apenas US$ 7 milhões, recebendo uma única indicação ao Oscar. Aparentemente, o fracasso pontual do longa mais recente assustou a Paramount, que não está em posição de assumir riscos. Por outro lado, a Netflix bateu no peito e resolveu financiar o orçamento de US$ 100 milhões projetados para a produção de The Irishman.

Além da questão do medo dos estúdios em investir alto, o negócio é surpreendente pois também estreita os laços entre a empresa de streaming de vídeos e Hollywood. Até agora, os grandes diretores têm evitado a Netflix, pois temem que a exibição dos seus filmes apenas na casa das pessoas seja um fado ao fracasso. Mas com Scorsese a bordo, isso pode começar a mudar.

Com informações da Quartz