NASA pede à SpaceX nave para levar astronautas à Estação Espacial Internacional

Por Redação | 29 de Julho de 2016 às 20h24
photo_camera SpaceX

Para enviar novos astronautas à Estação Espacial Internacional (ISS), a NASA anunciou nesta sexta (29) que solicitou à SpaceX uma segunda missão tripulada. O pedido faz parte do Commercial Crew Program, iniciado pela NASA há seis anos para garantir que os Estados Unidos continuassem mantendo humanos no espaço.

A primeira missão solicitada pela NASA à companhia de Elon Musk foi feita em novembro de 2015, tendo pedido mais duas para a Boeing em dezembro do mesmo ano. Esse novo programa de missões teve início após o encerramento do Space Shuttle, que se encerrou em 2011 e acabou deixando a agência sem nenhum veículo espacial principal para novos lançamentos. Desde então, a NASA precisou contar com a agência espacial russa – a Roscosmos – para enviar seus astronautas à ISS.

Mas, apesar da Guerra Fria ter acabado na década de 1980, a rivalidade (e inimizade) entre as duas nações perdura em algum nível até os dias de hoje. Contudo, a justificativa da agência estadunidense para voltar a enviar astronautas ao espaço por conta própria foi dada com base no gasto financeiro: de acordo com a NASA, a agência pagava para a Roscosmos cerca de 80 milhões de dólares por assento para enviar astronautas à ISS.

Estação Espacial Internacional

A Estação Espacial Internacional posicionada logo acima da Terra (Reprodução: Divulgação)

A SpaceX e a Boeing seriam capazes de realizar o mesmo feito por um custo de alguns milhões de dólares menor do que o processo feito pela Rússia. Quer dizer, isso quando suas novas naves espaciais tiverem sua construção finalizada e depois que forem devidamente testadas com relação à segurança. A NASA costuma pedir novas missões cerca de dois ou três anos antes de sua previsão de lançamento, assim as companhias que fabricam as cápsulas espaciais têm tempo suficiente para desenvolvê-las.

Agora, a companhia de Musk está construindo quatro versões de sua cápsula Dragon, sendo que duas delas serão usadas exclusivamente para testes, enquanto as outras duas serão oficialmente apresentadas à agência espacial dos EUA. A nova Dragon será similar à cápsula que atualmente é usada para levar suprimentos à ISS, mas contará com sistemas de suporte à vida e sistemas de controle necessários para transportar humanos, sendo capaz de levar até sete astronautas por viagem.

Fonte: NASA