Humanidade já esgotou recursos do planeta e viverá "a crédito" até dezembro

Por Redação | 05 de Agosto de 2016 às 17h08

Na próxima segunda-feira (08), a humanidade já terá consumido a totalidade dos recursos que a Terra é capaz de renovar em um ano e passará a viver "a crédito" até o último dia de 2016. A informação foi calculada pela ONG Global Footprint Network. Vale a pena ressaltar o grande problema por trás desta data: a cada ano esse momento chega mais cedo. O dia é conhecido mundialmente como "Earth Overshoot Day" (Dia de Sobrecarga da Terra).

Para realizar o cálculo anual, a ONG conta as emissões de carbono, recursos consumidos para a pesca, pecuária e agricultura, bem como construções e utilização da água. No ano passado, o "Earth Overshoot Day" chegou em 13 de agosto. Segundo a ONG e a WWF, a data "avança inexoravelmente desde os anos 1970". Na época, o "Earth Overshoot Day" foi em 23 de dezembro.

De acordo com as organizações, para atender nossas necessidades é preciso o equivalente a 1,6 planetas por ano. Segundo o site da iniciativa, desde 1970, a população mundial cresceu 95% e o volume total de espécies de vertebrados diminuiu 52%. "O custo desse consumo excessivo já é visível: escassez de água, desertificação, erosão do solo, queda da produtividade agrícola e das reservas de peixe, desmatamento e desaparecimento de espécies", afirma as ONGs.

"Viver a crédito só pode ser provisório, porque a natureza não é uma jazida, da qual podemos extrair recursos indefinidamente", afirmam. Segundo o Relatório Anual sobre o Estado do Clima, realizado por 450 cientistas em todo mundo, as emissões de gases de efeito estufa atingiram níveis recordes em 2015.

Via El Espectador

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.