Governo da Ucrânia transformará Chernobyl em atração turística

Por Rui Maciel | 26 de Julho de 2019 às 08h22

Bom, já que a besteira já foi feita, então que tal faturar com ela? Foi com esse pensamento — e baseado no enorme sucesso da série homônima — que o governo da Ucrânia decidiu transformar oficialmente a zona de exclusão da usina nuclear de Chernobyl em destino e atração turística.

O sucesso da atração da HBO — que faz um raio X (com o perdão do trocadilho) do maior acidente nuclear da história — foi tão grande que o número de turistas que visita a região cresceu exponencialmente. Uma agência de turismo de Kiev (capital da Ucrânia) informou à Reuters que a procura por passeios na zona de exclusão de Chernobyl cresceu 40% desde que o seriado caiu no gosto popular.

Para acelerar o processo, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, emitiu um comunicado declarando que a zona de exclusão ao redor de Chernobyl passa a ser um "destino turístico oficial".

A usina nuclear de Chernoby

Segundo Zelensky, "devemos dar uma nova vida a este território na Ucrânia. Até agora, Chernobyl era uma marca negativa da Ucrânia no mundo. É hora de mudá-la. Chernobyl é um lugar único no planeta, onde a natureza revive depois de um desastre global causado pelo Homem, onde há um verdadeiro 'povo fantasma'. Temos de mostrar este lugar ao mundo: cientistas, ecologistas, historiadores e turistas".

A região ainda apresenta perigo

Considerando que a explosão da usina de Chernobyl quase varreu a Europa do mapa e colocou o resto do mundo em perigo, é de se esperar que a área afetada ainda tenha níveis altos de radioatividade (e que devem durar ainda por séculos). Por isso, o governo tomará medidas para que a região se torne mais acessível ao público.

Tais medidas incluem a implantação de um "corredor verde", que funcionará como um ponto seguro para turistas, bem como a construção de novas rotas e pontos de controle, além da renovação dos que já vêm sendo utilizados. Além disso, restrições que perduravam até agora, como a proibição de tirar fotos do local, também foram eliminadas.

No entanto, Chernobyl não será a "Casa da Mãe Joana". Considerando que a região ainda apresenta perigo radioativo, junto com a falta de noção de muitos turistas, será preciso obter uma permissão oficial do governo, seguir estritamente as rotas oficiais e submeter-se a exames de radiação nos diversos pontos de controle se você quiser visitar o local.

Que assim seja! Partiu!

Fonte: CNN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.