Exército de robôs separa 200 mil pacotes por dia em empresa chinesa

Por Redação | 25 de Abril de 2017 às 08h40

Em mais um caso de máquinas substituindo o trabalho de homens com mais rapidez e eficiência, uma das maiores empresas de entrega da China foi capaz de reduzir seus custos com pessoal pela metade com a ajuda de um exército de robôs. O novo sistema trouxe consigo uma melhoria de 30% no desempenho e praticamente extinguiu os erros na separação e processamento de pacotes, com 200 mil deles sendo direcionados todos os dias.

As máquinas são parecidas com os aspiradores de pó robóticos que se tornaram tão populares nos últimos anos e também possuem funcionamento um tanto parecido. Capazes de carregarem suas baterias automaticamente em estações espalhadas pela unidade onde funcionam, os robôs também podem trabalhar sem parar, apesar de ainda exigirem certa ação humana.

Em um vídeo que mostra o funcionamento da unidade da Shentong Express, um homem é visto colocando pacotes sobre os robôs. Eles são capazes de realizar a leitura do código de barras das encomendas e levá-las a destinos específicos, depositando-as em espaços no chão. Depois, retornam para o ponto inicial para receberem mais uma caixa, ou para a unidade de carregamento caso estejam ociosas ou com a bateria fraca.

Apesar de poderem funcionar durante as 24 horas do dia, entretanto, as máquinas estão operando em caráter de testes apenas durante o turno da noite, a partir das 18h no horário local, e por no máximo sete horas consecutivas. A ideia da Shentong Express, entretanto, é colocar os robôs para trabalharem em todas as suas unidades, principalmente nos centros de distribuição maiores.

A substituição de mão de obra humana em centros de distribuição e plantas de fabricação, inclusive, é uma meta do governo chinês, que pretende chegar a uma produção anual de 100 mil robôs até 2020. No país, esse processo sofreu aumento de 30% no ano passado, com a Foxconn, fabricante do iPhone e parceira de outras grandes empresas do mundo mobile, sendo uma das principais expoentes.

Fonte: People’s Daily