Empresa quer criar hologramas de celebridades para se apresentarem em shows

Empresa quer criar hologramas de celebridades para se apresentarem em shows

Por Redação | 19 de Agosto de 2016 às 08h57

Já pensou em assistir a um show ou palestra e ter a experiência de sentar na primeira fila, independentemente de onde você esteja? A RadicalMedia e a Uncorporeal se uniram para desenvolver imagens em 3D de realidade aumentada para reproduzir fielmente performances, apresentações artísticas e palestras de pessoas através de hologramas.

Basicamente, os espectadores poderiam visualizar no palco, por meio da realidade aumentada, artistas e apresentadores sem que eles estejam presentes no evento. Para isso, as empresas envolvidas utilizariam um cenário verde com 48 câmeras para filmar o artista em todos os ângulos, de maneira a combinar as imagens e formar um holograma visível em qualquer headset de realidade aumentada ou realidade virtual.

Holograma

A RadicalMedia não informou quais celebridades estarão envolvidas no projeto, em parte devido as negociações ainda estarem em andamento. Porém, a empresa espera apresentar o projeto já no próximo ano, quando os dispositivos de realidade aumentada também estarão mais disponíveis ao público. O problema, no entanto, é que os headsets de AR, como o HoloLens da Microsoft, ainda são muito caros e seria inviável fornecer um dispositivo para cada uma das centenas de pessoas presentes em um show ou evento. O investimento seria menor se os eventos fossem pequenos e limitados a uma quantidade pequena de espectadores ou ainda se fosse possível visualizar os hologramas através dos próprios smartphones dos espectadores.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A ideia de realizar apresentações virtuais não é necessariamente nova e já foi similarmente colocada em prática durante o Billboard Music Awards em 2014. Na ocasião, Michael Jackson foi recriado digitalmente para cantar a música "Slave to the Rhythm", ainda que a tecnologia empregada no evento tenha sido diferente e muito menos imersiva do que o conceito proposto pela RadicalMedia.

Fonte: Variety

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.